quinta, 15 de abril de 2021
PROGRAME-SE

Corrida de aventura de paramotor no Pantanal e Bonito

14 NOV 2018 - 11h39Por Isabela Mercuri/Olhar Direto

O Pantanal mato-grossense será palco de uma das mais importantes corridas de aventura de paramotor, organizada pela Icarus Trophy, empresa sediada no Reino Unido, em 2019. O evento passará pelas regiões de Nova Mutum, Bom Jardim, Livramento, Chapada dos Guimarães, Poconé e Porto Jofre, no Mato Grosso, e Bonito, no Mato Grosso do Sul, e deve reunir profissionais de diversos países da modalidade

Na última semana, representantes da empresa inglesa responsável pela competição, estiveram no estado para uma visita técnica. Os pilotos fizeram toda a rota, partindo da cidade de Nova Mutum até Bonito, voaram pela região para reconhecimento do local, acompanhados de um cinegrafista e operador de drone, responsáveis pela divulgação do evento que será em solo brasileiro, no próximo ano.

"Sediar o evento é uma oportunidade ímpar para firmar o Brasil como País referência em Ecoturismo e Turismo de Aventura. Privilegiado pela extensão territorial e variedade de biomas, o País oferece inúmeras opções de lazer em cenários naturais que contemplam as cinco Regiões e o Pantanal foi escolhido pelas suas características peculiares", destaca a presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Teté Bezerra.

Pantanal de Corumbá já foi palco de documentário com voos de paramotor na Serra do Amolar

Belezas naturais
De acordo com a assessoria da Embratur, o ecoturismo e o turismo de aventura são os segmentos turísticos que mais crescem no mundo, com taxas entre 15% e 25% ao ano, segundo a Organização Mundial do Turismo (OMT). Segundo o Fórum Econômico Mundial, o Brasil é apontado como o primeiro do ranking em belezas naturais, entre 136 países.
O último levantamento do Ministério do Turismo (MTur) com turistas estrangeiros revelou que 16% dos visitantes internacionais que vêm ao Brasil estão em busca de atividades junto à natureza.

Reconhecendo a importância do segmento na inserção do país como destino turístico competitivo no mercado mundial, ao longo dos últimos anos, a Embratur promove uma série de ações para consolidar o Brasil como referência no segmento, como esta corrida de aventura de paramotor.

Esporte nas nuvens

O paramotor é um esporte em pleno desenvolvimento, conquista novos adeptos a cada dia, com motores cada vez mais confiáveis e velas cada vez mais seguras o voo do paramotor, assim como o paraglider, é um esporte que pode ser praticado de diversas maneiras ou modalidades.

Competição deverá movimentar a cadeia turística, em especial aos amantes do esporte nas alturas

Muito parecido com o trike (Asa delta sobre um carrinho motorizado), o paramotor é prático, leve e possível de se decolar com pouquíssimos metros. Com certeza a aeronave motorizada mais leve que o ser humano já inventou. O voo precisa ser acima de 50 metros e pode até alcançar a altura superior de 300 metros.

O paramotor é um equipamento de voo com motorização auxiliar, composto por uma asa: o parapente, que não contém elementos rígidos em sua estrutura e o comando se realiza através de controle aerodinâmico. É considerado uma adaptação do parapente, porém, não é necessário ir até uma montanha para alçar voo, o piloto sai do chão para o ar.

O esporte surgiu no Brasil em meados da década de 1990 e já existe uma federação que congrega os adeptos de Mato Grosso do Sul.

No ano passado, o premiado cineasta Sylvestre Campe, alemão radicado no Brasil, produziu um documentário para o canal Off sobrevoando de paramotor os pantanais de Poconé (MT) e Corumbá (MS).

Leia Também

Relatos de viagem

Conte sua aventura aqui!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

A força não provém da capacidade física. Provém de uma vontade indomável

Mahatma Gandhi

Vídeos

Bonito Seguro - Pronto para te receber!

Mais Vídeos

Eco Debate

ARMANDO ARRUDA LACERDA

Páscoa 2021 no Pantanal

MÁRIO WILLIAM ESPER

Abundância de água, escassez de investimentos

MANOEL MARTINS DE ALMEIDA

Uma realidade vergonhosa