quinta, 23 de janeiro de 2020
NOVO MAPA

MS amplia para 47 as cidades com vocação turística

14 SET 2017 - 11h21Por Mstur

O mapa do turismo do Mato Grosso do Sul passa a contar com 47 municípios, distribuídos em nove regiões turísticas. Em comparação ao ano passado, o Estado do Pantanal inseriu quatro cidades com vocação turística no documento.

O levantamento completo do Mapa do Turismo Brasileiro foi divulgado nesta quinta-feira (14) pelo Ministério do Turismo. Em todo o país, foram listados 3.285 municípios em 328 regiões turísticas, um crescimento exponencial em relação ao Mapa de 2016, quando foram registradas 2.175 cidades em 291 regiões.

O crescimento dos números é resultado de um amplo trabalho de conscientização do Ministério do Turismo junto aos gestores municipais e estaduais a respeito da necessidade de identificação e classificação das cidades para que as políticas públicas e investimentos sejam mais adequados à realidade de cada região.

Brasil + Turismo

“O mapa é um instrumento muito importante para gestão, estruturação e promoção dos destinos. Por isso, é importante que ele esteja sempre atualizado, garantindo com que os municípios que queiram trabalhar o turismo como uma atividade econômica, tenham prioridade dentro das políticas e ações do MTur”, afirmou o ministro do turismo.

A atualização periódica do Mapa faz parte de uma estratégia do Plano Brasil + Turismo, lançada este ano pelo ministro Marx Beltrão para fortalecer o setor de viagens no país. De acordo com o Plano, a partir de 2017 o Mapa passa a ser atualizado a cada dois anos. Sua construção é feita em conjunto com os interlocutores estaduais que representam o MTUR e órgãos oficiais de Turismo dos estados brasileiros e instâncias de governança regional.

Categorização

De acordo com o novo mapa, 17 municípios sul-mato-grossenses estão nas categorias A, B e C, que são aqueles que concentram o fluxo de turistas domésticos e internacionais. Como exemplo, temos destinos como Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Dourados e Ponta Porã.

Os demais 30 municípios figuram nas categorias D e E. Esses destinos não possuem fluxo turístico nacional e internacional expressivo, no entanto alguns possuem papel importante no fluxo turístico regional e precisam de apoio para a geração e formalização de empregos e estabelecimentos de hospedagem.

Confira os municípios que fazem parte do Mapa do Turismo do Mato Grosso do Sul:

Região: 7 Caminhos da Natureza (Cone Sul): Eldorado (D), Iguatemi (D), Itaquiraí (D), Japorã (D) e Naviraí (C).

Região: Bonito/Serra da Bodoquena: Bela Vista (D), Bodoquena (D), Bonito (B), Jardim (C), Nioaque (D) e Porto Murtinho (D)

Região: Caminho do Ipês: Campo Grande (A), Corguinho (D), Dois Irmãos do Buriti (D), Jaraguari (D), Ribas do Rio Pardo (D), Rio negro (D) e Sidrolândia (D)

Região: Costa Leste: Aparecida do Taboado (D), Bataguassu (C) e Três Lagoas (B)

Região: Grande Dourados: Dourados (B), Fátima do Sul (B), Glória de Dourados (D), Ponta Porã (C) e Vicentina (E)

Região Pantanal: Aquidauana (C), Corumbá (B), Ladário (D) e Miranda (C)

Região  Rota Norte: Alcinópolis (E), Costa Rica (C), Coxim (C), Fugueirão (E), Paraíso das Águas (E), Rio Verde de Mato Grosso (C),  São Gabriel do Oeste (D) e Sonora (D)

Região Vale das Águas: Batayporã (D), Ivinhema (C), Jateí (D), Nova Andradina (C)m Novo Horizonte do Sul E) e Taquarussu (E)

Região Vale do Aporé: Cassilândia (D), Inocência (D) e Paranaíba (C)

Leia Também

Relatos de viagem

Enfim, no marco zero da Ruta 40. Missão cumprida, uma façanha!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

O grande inimigo do meio ambiente é a pobreza

Paulo Guedes, ministro da Economia

Vídeos

Jornada das Tartarugas

Mais Vídeos

Eco Debate

MANOEL MARTINS DE ALMEIDA

Pequenas Centrais Hidrelétricas – PCHs

HEITOR FREIRE

O Poder do Silêncio

MARCIA HORITA

Atentos e mobilizados na defesa da Mata Atlântica