domingo, 05 de abril de 2020
GASTRONOMIA

Um prato diversificado e cheio de sabores

13 JUN 2017 - 15h00Por Redação
 

Todo mundo sabe que Mato Grosso do Sul tem em suas belezas naturais o carro chefe do turismo. São rios de águas cristalinas na região de Bonito – Serra da Bodoquena, fauna e flora exuberantes no Pantanal, lugares maravilhosos para esportes aquáticos, pesca, trilhas e contemplação em várias regiões turísticas do estado.

Mas o que dizer aos adeptos do turismo gastronômico? Conheça um pouco da culinária sul-mato-grossense, resultante de elementos culturais, tradições e costumes oriundos de sua rica miscigenação.

Campo Grande: O sobá é um prato originário da Ilha de Okinawa no Japão. No Brasil, a cidade de Campo Grande, foi a primeira cidade a dispor de restaurantes que servem sobá, trazido por imigrantes da ilha, que chegaram à cidade em 1908. Atualmente está presente em outras cidades, mas é na capital sul-mato-grossense que mais se encontram restaurantes que servem o Sobá. O prato é oferecido também na Feira Central e acabou se tornando uma iguaria típica, tradicional e patrimônio cultural da cidade.

Pantanal: A gastronomia pantaneira possui um cardápio que sofreu influência de outros países sul-americanos. Destacamos os peixes pacu, pintado e o dourado que podem ser fritos, cozidos ou assados, além do caldo de piranha. O churrasco com mandioca e a carne seca, o tereré (erva-mate servida gelada em chifre de boi), a chipa, a sopa paraguaia, a saltenha e a bocaiúva também fazem parte da rica gastronomia pantaneira.

Bonito – Serra da Bodoquena: Os principais pratos que podem ser degustados na região são o arroz carreteiro, sopa paraguaia, chipa, churrasco, licor e palmito de bacurí, frango com palmito de bacurí, doce de jaracatiá, locro, escondidinho de mandioca com carne seca, mandioca, maionese de mandioca, marmelada,  doces e temperos de guavira, dentre outros que representam a história de Bonito e Serra da Bodoquena em seus gostos e aromas.

Rota Norte: Na Rota Norte destacamos na culinária regional: a paçoca de carne seca feita com carne-de-sol e farinha de mandioca socada no pilão, o empamonado, pirão de carne, perfumado com pimenta bodinho, churrasco com mandioca, arroz carreteiro com pequi, com guariroba e variados pratos à base de peixe.

Costa Leste e Região: Como em todo Mato Grosso dos Sul, o churrasco é um dos principais pratos também na Costa Leste. Tão característico que todos os anos, durante a Festa do Peão em Aparecida do Taboado – Taboadão, é realizado um campeonato de churrasco que reúne pessoas de todo o país. Selvíria é outro município que possui uma competição do gênero. Em Santa Rita do Pardo o prato típico é a carne de sol, que possui inclusive uma grande festa onde são apresentadas as variedades feitas no município.

Nova Andradina e Região: Com uma cultura diversificada, a culinária de Nova Andradina e região turística Vale das Águas recebe várias influências. O preparo variado de peixes, o tradicional churrasco de carne bovina servido com mandioca, a vaca atolada, o puchero, são alguns dos pratos típicos saboreados na região. (www.turismo.ms.gov.br)

Leia Também

Relatos de viagem

Conte sua aventura aqui!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

A natureza não negocia e a física não faz acordos

Greta Thunberg, ao Parlamento Europeu

Vídeos

Pesque, solte e volte sempre!

Mais Vídeos

Eco Debate

MANOEL MARTINS DE ALMEIDA

Tordinhos do entardecer

XICO GRAZIANO

Ecologistas precisam evoluir sobre turismo natural

FRANCISCO OLIVEIRA

Trabalho informal nos lixões: um risco à vida dos catadores