quarta, 01 de fevereiro de 2023
GASTRONOMIA

Senac oferece 55 vagas em cursos gratuitos em Campo Grande

09 DEZ 2022 - 10h28Por REDAÇÃO

Por meio do projeto Emprega Campo Grande, o Senac Turismo e Gastronomia oferece 55 vagas em dois cursos gratuitos que serão realizados nos meses de janeiro e fevereiro na Capital. As vagas são para os cursos de Bases da Cozinha, com duas turmas e 20 vagas em cada, e Atendimento e Encantamento para Garçom, com 15 vagas.

As inscrições devem ser feitas no Centro de Educação Profissional Senac Turismo e Gastronomia, localizado na Rua Antônio Maria Coelho, 3368 – Jardim dos Estados, mesmo local onde serão realizadas as aulas. Para se inscrever o interessado precisa ter idade mínima de 18 anos e ensino médio completo. É obrigatória também a apresentação da carteira sanitária que poderá ser emitida por meio da Sisai ou no serviço público de saúde, em até 30 dias após o início do curso.

Os cursos são oferecidos por meio do Programa Senac de Gratuidade – PSG, que tem por objetivo garantir o acesso à educação profissional de qualidade para pessoas com renda familiar mensal per capita de até dois salários mínimos. O ingresso nos cursos do PSG se dá por ordem de inscrição do candidato.

O Emprega Campo Grande é um projeto em parceria com a iniciativa privada e organizações não governamentais, que tem como propósito contribuir para o preenchimento de vagas de emprego disponíveis nas empresas do segmento de alimentação fora do lar. Os parceiros da iniciativa são a entidade Cocriar, o Café Beltrão e o Know How Club.

Mais informações no link: ms.senac.br/cursosgratuitos

Leia Também

Relatos de viagem

Conte suas aventuras aqui!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

Quando morre um rio, morremos todos, pois somos parte da humanidade que necessita do ambiente equilibrado

Gilberto Mendes Sobrinho, juiz federal de MS, ao determinar a recuperação do Rio Taquari, em 2013

Vídeos

Parque Ecológico Rio Formoso

Mais Vídeos

Eco Debate

ARMANDO ARRUDA LACERDA

Cerimônia de formatura no Pantanal

JOÃO GUILHERME SABINO OMETTO

Do discurso da COP 27 à prática do agro brasileiro

LARISSA LANDETE

Comunicar sustentabilidade precisa ser uma jornada