sábado, 24 de fevereiro de 2024
GASTRONOMIA

Chipa agora disponível para o food service

21 JUL 2017 - 15h05Por Redação

Do Paraguai para o Brasil, a chipa, o tradicional biscoito paraguaio, consumido diariamente no país e parte da diversificada gastronomia de Mato Grosso do Sul, ganha a qualidade e praticidade da Forno de Minas e chega às melhores padarias, cafeterias, confeitarias e lanchonetes do Brasil.

A iguaria feita à base de polvilho e queijo se assemelha com o pão de queijo mineiro, mas possui consistência firme e sabor próprio. A indústria de alimentos congelados no Brasil, reconhecida pela qualidade e praticidade dos seus produtos, preza pela receita original da chipa e o formato, que lembra uma ferradura. A princípio, o produto será destinado exclusivamente para o food service.

O objetivo é oferecer aos pontos de venda, diversificação, alta lucratividade, preço competitivo e padronização. “Para os consumidores, estamos oferecendo produto com sabor caseiro inconfundível e segurança alimentar. Para os comerciantes, são produtos líderes de venda, com alto valor agregado, giro e rentabilidade”, afirma o diretor Comercial da Forno de Minas, Vicente Camiloti. 

Forno de Minas

A Forno de Minas Alimentos S/A, tradicional indústria de alimentos congelados e líder de mercado na comercialização de pães de queijo no Brasil, nasceu do sucesso da receita caseira de pão de queijo da Dona Dalva. Com sede em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte, foi fundada em 1990, pela própria Dona Dalva, que divide a gestão com os filhos Hélida e Helder e o sócio Vicente Camiloti.

É nacionalmente reconhecida pela qualidade, praticidade e tradição de seus mais de 30 produtos, principalmente o pão de queijo, que tem se internacionalizado e conquistado vários países. Oferece soluções para todas as ocasiões de consumo, no varejo e no food service, buscando estar no dia-a-dia das pessoas, com praticidade e inovação, além do sabor e qualidade dos alimentos feitos em casa.

Leia Também

Relatos de viagem

A decoada, o armau e história de pescador no Pantanal do Nabileque

Mais Relatos de Viagem

Megafone

Fogo não é mais normal nem cultural em MS. Esta é a primeira ruptura. Vamos trabalhar muito forte neste ano no manejo integrado e prevenção do fogo

Jaime Verruck, secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação

Vídeos

Esportes radicais: calendário de 2024

Mais Vídeos

Eco Debate

ZECA CAMARGO

Dentro da Terra, dentro de mim

Silvio de Andrade

Desembaraçando pantaneiros dos antropizadores 

AFONSO CELSO VANONI DE CASTRO

"Ameaças são naturais, desastres não"