quinta, 28 de janeiro de 2021
DIÁRIO DE BORDO III

Um dia fantástico, passando por Abra El Acay, a 4.895 metros

30 NOV 2019 - 19h48Por SÍLVIO DE ANDRADE

O segundo dia do Desafio Ruta 40 foi extasiante para os quatro motociclistas – Dorianey Peres, 50, e Dilter Rigolon, 64, ambos de Campo Grande (MS), Raul Dalmarco Filho, 55, de Blumenau (SC), e Luiz Gil Veiga Pereira, 58, de Curitiba (PR) – que superam limites para percorrer 5.224 km de La Quiaca a Cabo Vírgenes, dois extremos da Argentina.

Dorianey, o Dori, conta, em seu relato para LUGARES a comovente passagem pelo trecho do Tren a las Nubes, que alcança a altitude de 4.220 metros, e a sensação de chegar ao ponto mais alto, em Abra El Acay: 4.895 metros.

Acompanhem:

Dori nas alturas...

Como foi o dia 29/11???

Demos o nosso bom dia a majestosa Ruta 40 adentrando às suas paisagens ainda pelo rípio.

O dia seria longo, pois, no dia anterior o esforço nos levara ao extremo das nossas energias. Agora, revigorados pela noite de sono, continuamos nosso Desafio: chegar a ponta Sul da Ruta 40.

Esse trecho com saída de Susques deveria nos levar à Cachi, com cerca de 290km de pura estrada rústica.
Estávamos animados pois teríamos de passar por dois pontos na Ruta 40 que são marcos dignos de registro:

A ponte passagem de Tren a las Nubes, o trem com passagem considerado o mais alto do mundo, 4220 metros de altitude, e uma lenda da engenharia. Em 2018 transportou 34.000 passageiros, segundo seu site oficial. O Tren a las Nubes atravessa as vertiginosas montanhas da Cordilheira dos Andes entre paisagens espetaculares.  

A roteiro atravessa o Valle de Lerma, passa pela Quebrada del Toro e chega até a Puna, passando pelo povoado mais alto da Argentina, San Antonio de los Cobres.  A primeira viagem foi feita em 1973.

E o Abra El Acay, também conhecido como Abra Del Acay, em Salta , é o ponto mais alto da Rota 40, com 4.895 metros, que aqui atravessa uma passagem entre os Vales Calchaquí e Puna.

A leste, fica o Nevado de Acay, um cume com 5750 metros de altura. A água de derretimento da área de Abra chega ao Atlântico através dos rios Calchaquí, Juramento, Salado, Paraná e de la Plata.

É a passagem mais alta da Argentina, América, Hemisfério Sul e Hemisfério Ocidental. Para encontrar uma de maior altura, você precisa viajar para a Ásia.

O dia foi fantástico, com lindas passagens.

Em Cafayete: celebração

Em Cafayete, comemorando o final da etapa mais perigosa da viagem, o rípio Norte da Ruta 40.

Graças a Deus sem nenhum acidente grave. 

Só agradecer a Deus pela proteção.

Agora iniciamos a etapa de asfalto...

Acompanhe tambémhttp://dilterana.blog

Leia Também

Relatos de viagem

Conte sua aventura aqui!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

A natureza não negocia e a física não faz acordos

Greta Thunberg, ao Parlamento Europeu

Vídeos

Barco-hotel Vip: pesca no Pantanal

Mais Vídeos

Eco Debate

ORLANDO DE SOUZA

A real paz de que o Turismo precisa

CAIO PENIDO

Os Serviços Ambientais e o Pacto AgroAmbiental

MANOEL MARTINS DE ALMEIDA

Pertencimento é pertencer ao Pantanal!