sexta, 14 de maio de 2021
SÃO JOÃO

Seminário do Mtur chega a Corumbá na próxima semana

23 AGO 2017 - 17h14Por Sílvio Andrade

Corumbá sedia na próxima terça-feira, 29 de agosto, o Seminário de Promoção e Qualificação de Festejos Juninos. A iniciativa busca identificar as necessidades de promoção e qualificação do município relacionadas aos festejos juninos – Banho de São João - e apresentar temas e oportunidades existentes no Ministério do Turismo.

A Capital do Pantanal é a quinta e última cidade a participar do seminário, quando serão apresentados resultados da press trip realizada durante a festa do Banho de São João, em junho. Na ocasião, gestores locais e convidados do setor privado poderão se inteirar dos projetos e programas do Ministério do Turismo que podem contribuir para o desenvolvimento do turismo nos municípios.

O evento prevê quatro blocos de discussões relacionadas aos seguintes temas: festejo junino, qualificação do turismo, promoção e apoio à comercialização e a necessidades de promoção e qualificação. Será realizado no Centro de Convenções do Pantanal Miguel Gomez, que fica na rua Domingos Sahib, 507, Porto Geral, no período das 09h às 18 horas.

Fortalecer o produto

O seminário é uma oportunidade para a troca de informações e para que o MTur identifique as necessidades desses destinos na promoção de seus atrativos e produtos turísticos, assim como de qualificação profissional.

Durante os festejos juninos, Corumbá, uma das cidades selecionadas em chamada pública do MTur, recebeu jornalistas (press trip) de várias partes do país para conhecerem a festa, a gastronomia, a cultura e os seus principais pontos turísticos.

"A expectativa do Ministério do Turismo é que os destinos identifiquem suas necessidades de promoção e qualificação relacionadas aos festejos juninos, visando o aperfeiçoamento do produto turístico de São João", explicou Cristiano Borges, coordenador-geral de Produtos Turísticos do Ministério do Turismo.

Leia Também

Relatos de viagem

Conte sua aventura aqui!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

O olhar mais cego que existe é quem olha para a preservação ambiental e não enxerga os indígenas como guardiões da floresta

Marcos Palmeira, ator e ambientalista

Vídeos

Morro do Azeite Ecolodge, Miranda MS

Mais Vídeos

Eco Debate

ARMANDO ARRUDA LACERDA

A vaca foi pro brejo?

JEANINE PIRES

5 novas ideias do que pode mudar no turismo

MANOEL MARTINS DE ALMEIDA

Brasil Colônia