sexta, 19 de julho de 2024
FUTURO

Projeto inclui educação ambiental em todas as escolas de MS

23 JUN 2017 - 22h00Por Redação

Tramita na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul projeto de Lei de autoria do governo do Estado que institui a Política Estadual de Educação Ambiental, prevendo desde a capacitação dos professores, até o ensino de boas práticas ambientais a estudantes de todos os níveis, de escolas públicas e particulares.

Ao longo dos anos, a Política de Educação Ambiental tem sido amplamente discutida pela sociedade.  O projeto atual foi submetido aos setores competentes do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) e da secretaria estadual de Educação.

Para sua consecução, a Política Estadual de Educação Ambiental contará com três instrumentos de apoio: o Sistema Estadual de Informação em Educação Ambiental de Mato Grosso do Sul (SISEA/MS); a Comissão Interinstitucional de Educação Ambiental do Estado de Mato Grosso do Sul (CIEA/MS) e o Programa Estadual de Educação Ambiental de Mato Grosso do Sul (ProEEA/MS).

Conquista

Eliane Ribeiro de Barros, gerente de Desenvolvimento e Modernização do Imasul, ressalta que o projeto “simboliza a conquista de uma longa luta pelo reconhecimento da importância do tema em nosso Estado”.

Ela acredita que a instituição da Política Estadual de Educação Ambiental assegura três importantes instrumentos para execução da Política, que são, exatamente: a Comissão Interinstitucional de Educação Ambiental, o Sistema Estadual de Informação em Educação Ambiental e o Programa Estadual de Educação Ambiental.

Governador Reinaldo Azambuja assina mensagem da lei à Assembleia Legislativa. Foto Edemir Rodrigues

“Através destes instrumentos, as ações de educação ambiental no Estado serão fortalecidas, gerando maiores benefícios socioambientais à população sul-mato-grossense”, completou.

Na visão da chefe da unidade de Educação Ambiental do Imasul, Eliane Maria Garcia, a proposta vai consolidar ações que já estão sendo desenvolvidas pelo estado. Dentre essas ações, ela destaca o Sistema Estadual de Informação em Educação Ambiental (SisEA/MS), que se constitui em importante ferramenta de gestão, reunindo em um banco de dados e tornando públicas as experiências de educação ambiental realizadas no estado, fomentando a formação de parcerias e possibilitando o mapeamento das potencialidades e carências deste tema em Mato Grosso do Sul.

Formação cidadã

Em sua mensagem aos deputados, o governador Reinaldo Azambuja salienta que “a educação ambiental é um processo permanente de aprendizagem e engloba um conjunto de princípios, objetivos, instrumentos de ação, medidas e diretrizes, que têm a finalidade de viabilizar, com ética e formação de cidadania, os processos de gestão ambiental com as políticas multissetoriais de Mato Grosso do Sul”.

A intenção do projeto é criar uma consciência conservacionista ambiental na população em geral por meio de ações educativas, que juntas compreendem a Política Estadual de Educação Ambiental. Para colocar a ideia em prática, o Estado quer envolver, além dos órgãos executores da política ambiental, as instituições educacionais públicas e privadas, os órgãos e as entidades públicas do Estado e dos municípios, os meios de comunicação, as entidades de classe e as organizações não governamentais com atuação na educação ambiental.

Capacitação

No âmbito educacional, o trabalho começa pelo mestre. Isso porque, antes de incluir a educação ambiental no currículo escolar, os professores das instituições educacionais públicas e privadas de todos os níveis e modalidades de ensino devem receber formação complementar.

Após esse processo, a educação ambiental passa a ser uma prática educativa e interdisciplinar, contínua e permanente, no âmbito dos currículos das instituições educacionais públicas e privadas englobando todas as fases, etapas, níveis e modalidades de ensino.

Os municípios também podem instituir políticas próprias de educação ambiental, na esfera de sua competência e nas áreas de suas respectivas jurisdições, definindo diretrizes, normas e critérios, mas sempre respeitados os princípios e os objetivos das Políticas Nacional e Estadual de Educação Ambiental.

Leia Também

Relatos de viagem

Gabi viveu o deserto e o céu mais estrelado do mundo

Mais Relatos de Viagem

Megafone

Leio na mídia: "Bugio expressa ternura ao ver a irmã com o sobrinho no Pantanal..." É muita masturbação.

Silvio de Andrade, jornalista

Vídeos

As 10 cidades mais ricas em espécies de aves

Mais Vídeos

Eco Debate

MARCO MORAES

Não confunda sustentabilidade com ideologia

ARMANDO ARRUDA LACERDA

Fogo Classe P de Pantanal

HEITOR RODRIGUES FREIRE

Um Caminho