sábado, 24 de fevereiro de 2024
RECURSOS HÍDRICOS

MDR discute plano com gestores da região Centro-Oeste

28 ABR 2021 - 06h30Por REDAÇÃO

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) promoveu oficina on-line com gestores públicos, representantes da sociedade civil e integrantes dos Sistemas Estaduais de Gerenciamento de Recursos Hídricos dos estados que compõem a região Centro-Oeste, além do Distrito Federal.

O objetivo da atividade foi reunir informações e debater pontos de destaque para a elaboração das ações, metas e estratégias do novo Plano Nacional de Recursos Hídricos (PNRH), que terá vigência entre 2022 e 2040. A iniciativa conta com o apoio da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), instituição vinculada ao MDR.

O PNRH é o documento que orienta a implementação da Política Nacional de Recursos Hídricos e a atuação do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (SINGREH), formado por instituições nos âmbitos federal e estadual, além do Distrito Federal, e pelos comitês das bacias hidrográficas espalhadas pelo País.

"Este PNRH é de fundamental importância para balizar nossas metas e diretrizes. O presidente Jair Bolsonaro e o ministro Rogério Marinho têm dado grande importância aos recursos hídricos e à segurança hídrica do País, exatamente porque a água representa saúde e desenvolvimento", destacou o secretário nacional de Segurança Hídrica do MDR, Sérgio Costa.

Durante a oficina, Costa também reforçou a importância de reunir contribuições dos estados e dos múltiplos usuários de recursos hídricos para construir uma política pública que atenda a todos e preserve a segurança hídrica. "A água tem que ser valorizada. Temos que trazer todos os setores para discutirmos, com muita parcimônia, meios para que todos possam ter acesso à água sem conflitos entre as partes", afirmou.

Também participaram do debate a secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Goiás, Andrea Vulcanis, a secretária de Recursos Hídricos de Mato Grosso, Lílian Ferreira dos Santos, o secretário de Meio Ambiente do Distrito Federal, José Sarney Filho, e o diretor-presidente do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), André Borges Araújo.

Esta foi a quarta oficina regional sobre o PNRH promovida pelo MDR. Representantes das regiões Sul, Sudeste e Nordeste já haviam participado do evento. A última etapa prevista é para a região Norte, na próxima terça-feira (4/5). Após as oficinas regionais, a próxima etapa será a de oficinas de diálogos com os setores usuários de recursos hídricos e com a sociedade civil.

Saiba mais

Desde 2019, MDR e ANA trabalham na construção do novo Plano Nacional de Recursos Hídricos (PNRH). Naquele ano, foram propostas as bases conceituais para o processo participativo de elaboração do documento. Em 2020, devido à pandemia de Covid-19, o calendário previsto de elaboração do novo PNRH sofreu adiamento e vem sendo retomado neste momento.

Leia Também

Relatos de viagem

A decoada, o armau e história de pescador no Pantanal do Nabileque

Mais Relatos de Viagem

Megafone

Fogo não é mais normal nem cultural em MS. Esta é a primeira ruptura. Vamos trabalhar muito forte neste ano no manejo integrado e prevenção do fogo

Jaime Verruck, secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação

Vídeos

Esportes radicais: calendário de 2024

Mais Vídeos

Eco Debate

ZECA CAMARGO

Dentro da Terra, dentro de mim

Silvio de Andrade

Desembaraçando pantaneiros dos antropizadores 

AFONSO CELSO VANONI DE CASTRO

"Ameaças são naturais, desastres não"