quarta, 12 de junho de 2024
INICIATIVAS

Buraco das Araras ganha prêmio de sustentabilidade

27 NOV 2023 - 17h08Por REDAÇÃO

O Buraco das Araras Ecoturismo, atrativo turístico localizado em Jardim (distante 224 km de Campo Grande e a 69 km de Bonito), na Rota Pantanal Bonito, foi uma das dez iniciativas de turismo vencedora da 11ª edição do Prêmio Braztoa de Sustentabilidade 2023/24, concorrendo com outras 24 finalistas de todo o Brasil. Os vencedores foram conhecidos em cerimônia em Vitória, no Espírito Santo. Chancelado pela Organização Mundial de Turismo, o prêmio contribuí com a Agenda 2030 da ONU para o Desenvolvimento Sustentável no Brasil.

O empreendimento turístico foi vencedor na categoria Experiência/Produto. A RPPN Buraco das Araras é o local para viver todas as sensações que a natureza pode oferecer. Com sua beleza singular de formações geológicas e biodiversidade, reúne atividades de contemplação e observação de aves, proporcionando interação com a natureza, além de fomentar o desenvolvimento do turismo sustentável, uma alternativa de baixo impacto e com geração de renda sem destruir os recursos naturais.

Para a prefeita de Jardim, Clediane Matzenbacher, a conquista do atrativo é motivo de orgulho: "O Buraco das Araras é uma iniciativa nata de turismo  sustentável, que não precisa de grandes intervenções humanas para fazer o que se propõe e com uma gestão magistral, desenvolve suas atividades de forma referencial, sendo grande parceiro do município e da população, e cumpre papel fundamental na formação de cidadania e no desenvolvimento de nossa região, gerando empregos e importantes índices de sustentabilidade".

 

O passeio

Atraindo turistas brasileiros e estrangeiros, o Buraco das Araras é uma formação geológica classificada como dolina, um buraco de superfície rochosa, sendo a maior da América do Sul, com 100 metros de profundidade e aproximadamente 500 metros de circunferência. Parte da área da propriedade onde está localizada foi transformada pelo proprietário em Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), uma categoria de unidade de conservação ambiental de âmbito federal.

O ambiente se caracteriza pela paisagem peculiar e por abrigar uma grande variedade de mamíferos e aves, em especial as araras-vermelhas, que deram o nome ao local. Além do passeio turístico de caráter paisagístico e contemplativo, o empreendimento realiza ações de educação ambiental, produção e plantio de mudas de árvores nativas, observação de aves, entre outras, iniciativas que garantiram a premiação.

O passeio no Buraco das Araras consiste em uma caminhada suave por trilha de 970 metros, com duas plataformas para observação da dolina, acessível a todos os públicos, acompanhada por guias de turismo e monitores ambientais bilíngues, atividade certificada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), através do ISO NBR 21101 (Turismo de Aventura – Sistema de Gestão da Segurança). 

No local, foram registradas mais de 160 espécies de aves, o que lhe garante um status diferenciado quanto aos observadores de aves de todo o mundo. Ao longo do passeio é possível observar também boa quantidade de mamíferos. A infraestrutura possui receptivo, loja de souvenirs, banheiros, área de café, redário e acesso à internet.

Leia Também

Relatos de viagem

Gabi viveu o deserto e o céu mais estrelado do mundo

Mais Relatos de Viagem

Megafone

Leio a manchete: 'deputados de MS propõem audiência para solucionar queimadas'. Pantanal está salvo, graças a Deus!

Silvio de Andrade, jornalista

Vídeos

As 10 cidades mais ricas em espécies de aves

Mais Vídeos

Eco Debate

MARIANA PONTES

Cerrado e Caatinga são patrimônios do Brasil e precisam ser protegidos

EDUARDO CRUZETTA

Um dia pelo Meio Ambiente, 300 anos pela pecuária conservando o Pantanal

LEO CÉSAR MELO

O estado de calamidade no Sul e as mudanças climáticas