segunda, 04 de julho de 2022
EM 2023

Bonito oficializa proposta para sediar feira internacional

19 MAI 2022 - 11h20Por REDAÇÃO

O prefeito de Bonito (MS) Josmail Rodrigues, assinou, juntamente com o diretor-presidente da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur), Bruno Wendling, e o diretor-superintendente do Sebrae/MS, Claudio Mendonça, a carta de intenção para sediar em 2023 a AdventureNext Latin America, um dos maiores eventos de ecoturismo e turismo de aventura no mundo.

Bonito participou da edição de 2022 do AdventureNEXT Latin América, realizada no Panamá, em fevereiro. Na ocasião, o município manifestou interesse em sediar uma futura edição da feira, disputando com a Colômbia em março de 2023 ou com o Equador em 2024.

Melhoria do acesso

A carta de intensão foi assinada durante a 1ª edição do Seminário Inspira Ecoturismo, que está sendo realizado em Bonito pelo Sebrae, com apoio da Fundtur e o município. O evento está reunindo mais de 450 pessoas no destino para debater sobre novas tendências do turismo de natureza, melhoria dos produtos, inovação e para que haja troca de experiências.

“Essa carta é para oficializar nossa vontade de trazer a feira para Bonito. Em 2014 recebemos o Ecotourism and Sustainable Tourism Conference (Conferência de Ecoturismo e Turismo Sustentável) e, de lá para cá, só ampliamos nosso potencial turístico e de logística, hoje temos dois voos diretos para o município, além de todas os investimentos que estão sendo realizados na infraestrutura, tanto urbana como das estradas e rodovias de acesso”, disse o prefeito Josmail Rodrigues.
 

Leia Também

Relatos de viagem

Conte suas aventuras aqui!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

A coragem e a competência com que desafia as forças da natureza, respeitando e tirando dela o seu sustento, faz do pantaneiro um herói brasileiro

Bugre do Chané, Serra do Amolar, Corumbá (MS)

Vídeos

Visit Brazil. A WOW Experience!

Mais Vídeos

Eco Debate

ANDRÉ NAVES

Agro é mais que Pop!

ANDRÉ NAVES

Economia Verde

VICTOR SANTANA

Porque precisamos falar sobre ecoansiedade nas crianças