sexta, 19 de julho de 2024
VIVA!

BONITO CELEBRA 75 ANOS E A MELHOR TEMPORADA NO TURISMO

02 OUT 2023 - 07h09Por SILVIO DE ANDRADE

Eleito recentemente pela 17ª vez o melhor destino de ecoturismo do Brasil, Bonito comemora nesta segunda-feira (2) 75 anos de emancipação política em pleno desenvolvimento, recebendo nos últimos anos investimentos em infraestrutura e gestão dos seus recursos naturais que vêm solidificando sua maior vocação. O turismo tornou-se a principal atividade econômica, gerando mais de 50% dos empregos. A arrecadação de ISS saltou de R$ 9,7 milhões, em 2021, para R$ 21,8 milhões, no ano passado.

Melhor Destino de Ecoturismo do Brasil

Após o período de fechamento dos atrativos e instabilidade econômica com a pandemia do coronavírus, a Capital do Ecoturismo retomou seu turismo com grande força, superando em número de visitantes as estatísticas que vem sendo tabuladas desde 2015 pelo Observatório do Turismo e Eventos, coordenado pela associação Bonito Convention & Visitors Bureau (BCVB). No ano passado, o destino recebeu 280.391 turistas, 36,47% a mais do que em 2021.

O crescimento do segmento não se deve apenas às suas águas cristalinas, cachoeiras, grutas e uma natureza exuberante, que encanta o mundo, ou a seu sistema de gestão implantado pelo poder público e os empresários com foco na sustentabilidade e segurança. A reforma do aeroporto estadual, que hoje opera com aeronaves de grande porte, foi fundamental para melhorar o acesso. A cidade está conectada a Congonhas e Viracopos com voos da Gol e Azul.

Destino conta hoje com sete mil leitos, superando a Capital, e a rede hoteleira está em franca expansão. Foto: Divulgação

Motor do turismo

Nos últimos anos, a Capital do Ecoturismo vem se transformando também em um destino de esportes radicais e de eventos, sediando várias competições de nível internacional de bikes e corridas, como o Brasil Ride, que este ano levou quatro mil pessoas à cidade. Em setembro, foi reaberto o Centro de Convenções com uma programação de eventos que se estende até 2024. O empreendimento é um dos mais estruturados do Estado, com capacidade para duas mil pessoas.

Segundo o prefeito Josmail Rodrigues, os investimentos do Governo do Estado em oito anos deram a Bonito uma nova perspectiva de desenvolvimento, com a melhoria da infraestrutura urbana (saneamento básico, saúde, habitação, educação) e pavimentação de rodovias que facilitam o acesso ao destino, a partir de Campo Grande. “Estamos trabalhando também para a proteção dos nossos rios, priorizando a questão ambiental para que Bonito continue bonito”, disse.

As ações de promoção e marketing da Fundação de Turismo do Estado (Fundtur) em parceria com a prefeitura de Bonito, no Brasil e no exterior, com a participação nas maiores feiras, também alavancaram o turismo local, referência em sustentabilidade ao se tornar em 2022 o primeiro destino do mundo com certificação em carbono neutro. Nos primeiros oito meses, recebeu 197.675 visitantes, com estimativa de bater recorde até dezembro, aproximando-se ou ultrapassando os 300 mil.

Em 2022, o número de visitações aos atrativos teve um crescimento extraordinário: mais de 846 mil vouchers comercializados

Com 20 mil habitantes e integrada à Serra da Bodoquena, Bonito (distante 290 km da Capital) transformou-se no motor do turismo de Mato Grosso do Sul nos últimos 25 anos. Em 1995, a atividade ganhou seu ordenamento com a criação do voucher único e tornou-se modelo. Hoje, o setor opera com a maior estrutura hoteleira de MS (1 resort, 29 hotéis, 54 pousadas, 7 hostels e 5 campings), 55 agências de viagem e 54 estabelecimentos, entre bares, restaurantes e similares.

Rota Pantanal Bonito:
Bonito Convention
Youtube
Instagram
Facebook

Saiba mais:
Descubra Bonito

(Assessoria de Imprensa da Rota Pantanal Bonito)
 

Leia Também

Relatos de viagem

Gabi viveu o deserto e o céu mais estrelado do mundo

Mais Relatos de Viagem

Megafone

Leio na mídia: "Bugio expressa ternura ao ver a irmã com o sobrinho no Pantanal..." É muita masturbação.

Silvio de Andrade, jornalista

Vídeos

As 10 cidades mais ricas em espécies de aves

Mais Vídeos

Eco Debate

MARCO MORAES

Não confunda sustentabilidade com ideologia

ARMANDO ARRUDA LACERDA

Fogo Classe P de Pantanal

HEITOR RODRIGUES FREIRE

Um Caminho