sábado, 25 de janeiro de 2020
SABORES DA TERRA

Festival de Bonito começa hoje e terá mostra gastronômica inédita

27 JUL 2017 - 07h48Por Redação

Gastronomia é uma manifestação cultural para o “Festival de Inverno de Bonito”, que começa na noite desta quinta-feira, com uma atração inédita: a Mostra Gastronômica, com 24 pratos desenvolvidos exclusivamente para a décima oitava edição do evento. O festival abre às 17h30 com uma performance do grupo Cosmic Dance – Cortejo Celebrante – na praça central de Bonito, em interação com o público.

A abertura oficial do FIB, que segue até domingo, na mesma praça, homenageia a dupla sertaneja Beth e Betinha e, em memoriam, Maria da Glória Sá Rosa. Os shows principais são do acordeonista chamamezeiro Dino Rocha e da dupla Jads e Jadson. A principal estrela do festival é o cantor fronteiriço Ney Matogrosso, que se apresentará no sábado.

A Mostra Gastronômica apresentará criações que misturam ingredientes regionais com a sofisticação da culinária contemporânea e que os moradores de Bonito e visitantes poderão saborear durante o festival entre 27 e 30 de julho. O objetivo é valorizar a gastronomia local e sua relevância para o turismo, cultura e economia local. 

Identidade de sabores

A iniciativa é uma realização do Governo do Estado e da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). Cada restaurante participante recebe apoio e consultoria da Associação de Cozinheiros Profissionais do Pantanal (ACPP).

“A ‘Mostra Gastronômica’, mais do que nunca, enaltece o lugar onde se vive e isso tem a ver com a dimensão que nós queremos dar à cultura. Ela demonstra que o festival não é apenas os shows, mas o diálogo com várias áreas”, ressalta Athayde Nery, secretário de Cultura e Cidadania de Mato Grosso do Sul. 

De acordo com Daniel Barbosa, secretário da ACPP, foi oferecido apoio técnico a cada estabelecimento. Seis chefs de Campo Grande viajaram a Bonito, onde tiveram a oportunidade de trabalhar lado a lado com os cozinheiros do município, assim como aproximaram-se dos empresários do setor gastronômico da cidade. “A proposta é criar pratos que se mantenham fiéis à identidade de cada local. Foi um trabalho de cooperação muito importante”, garante.

Votação dos pratos

Os pratos serão servidos durante todo o festival por cada um dos 24 estabelecimentos participantes. O consumidor terá a oportunidade de votar nos pratos que mais gostou e, ao final, será definido o vencedor da mostra. “No domingo, às 17h, vamos revelar quem ganhou o primeiro, segundo e terceiro lugares. O escolhido número um representará a cidade e o festival durante o próximo ano”, explica Juliano Wertheimer, presidente da Abrasel em Mato Grosso do Sul.

“Temos uma visão de que a gastronomia é um dos pilares da cultura e do turismo. Essa foi uma das motivações da mostra. Também queríamos oferecer um estímulo comercial, de fomento aos bares e restaurantes da cidade”, completa.

Diálogo entre chefs

Para garantir a acessibilidade que o festival prega, os pratos serão oferecidos a valores entre R$ 12 e R$ 60. “A gastronomia começou a ganhar espaço na programação do FIB no ano passado, mas não foi algo tão grande quando este ano. Conseguimos estruturar essa mostra e criar um diálogo entre chefs, empresários e profissionais da cozinha”, aponta Alexandre Fredrich, presidente da Abrasel/Bonito.

Carnes de peixe, jacaré, bovina ou suína foram escolhidas pelos participantes, assim como ingredientes regionais, como a bocaiuva e a guavira. “Para nós, foi uma novidade muito boa. O importante é ver que os pratos respeitaram o estilo de cada restaurante, bar ou lanchonete. Dos mais simples aos mais sofisticados, todas as criações foram pensadas e desenvolvidas com todo o cuidado para não destoar do estabelecimento”, aponta Davi Alves, empresário que comanda o Pantanal Grill Restaurante, um dos participantes.

Leia Também

Relatos de viagem

Enfim, no marco zero da Ruta 40. Missão cumprida, uma façanha!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

O grande inimigo do meio ambiente é a pobreza

Paulo Guedes, ministro da Economia

Vídeos

Jornada das Tartarugas

Mais Vídeos

Eco Debate

MANOEL MARTINS DE ALMEIDA

Pequenas Centrais Hidrelétricas – PCHs

HEITOR FREIRE

O Poder do Silêncio

MARCIA HORITA

Atentos e mobilizados na defesa da Mata Atlântica