quarta, 01 de fevereiro de 2023
PROGRAMA

Seis cidades de MS presentes no 'Primavera dos Museus'

18 SET 2017 - 16h28Por Sílvio Andrade

Apenas 14 museus de seis cidades de Mato Grosso do Sul participam da 11ª edição da Primavera dos Museus, cuja temporada programada pela Feambra (Federação de Amigos de Museus do Brasil) teve início nesta segunda-feira e segue até domingo, 24.

As atividades que ocorrerão em 900 museus do País são coordenadas pelo Ibram (Instituto Brasileiro de Museus) e tem como tema “Museus e suas memórias”.  A Feambra divulgou a programação baseada nas atividades de seus associados, que fizeram a inscrição na Primavera dos Museus deste ano.

Do Estado, participam oito museus de Campo Grande, dois de Corumbá e os demais de Nova Andradina, Coxim, Maracaju e Caarapó. Um dos grandes ausentes este ano é o Muhpan (Museu de História do Pantanal), mantido pela Fundação Barbosa Rodrigues, em Corumbá.

De Campo Grande: Museu José Antônio Pereira, Arquivo Público de Mato Grosso do Sul, Casa de Ciência e Cultura de Campo Grande, Iphan, Marco (Museu de Arte Contemporânea de MS), MIS (Museu da Imagem e do Som), Museu de Arqueologia da Universidade Federal de MS e Museu de História da Medicina Fauze Adri.

Corumbá participa com o Iphan e a Casa de Memória Dr. Gabi; Caarapó, Museu Municipal; Coxim, Museu Arqueológico e História (MAHC); Maracaju, Museu de Tecnologia Domadora Anna Thereza de Lima Alves; Nova Andradina, Museu Municipal Antônio Joaquim de Moura Andrade.

A programação completa, por estados e cidades, confira no endereço http://www.museus.gov.br/

Celebrar a primavera

Para Nelson Colás, diretor de Relações Institucionais da Feambra, a Primavera dos Museus é uma forma de celebrar a chegada da primavera, promovendo atividades especiais em mais de 900 museus do Brasil.

“A Feambra participa dessa temporada cultural, divulgando as atividades com prioridade aos mais de 110 museus associados, com objetivo de valorizar e intensificar a relação dos museus com a sociedade”, destaca.

Nessa edição, os mais de 900 museus de todo o país oferecem ao público palestras, oficinas, exibição de filmes e vídeos, exposições, visitas guiadas, apresentações culturais, seminários e muito mais!

Leia Também

Relatos de viagem

Conte suas aventuras aqui!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

Quando morre um rio, morremos todos, pois somos parte da humanidade que necessita do ambiente equilibrado

Gilberto Mendes Sobrinho, juiz federal de MS, ao determinar a recuperação do Rio Taquari, em 2013

Vídeos

Parque Ecológico Rio Formoso

Mais Vídeos

Eco Debate

ARMANDO ARRUDA LACERDA

Cerimônia de formatura no Pantanal

JOÃO GUILHERME SABINO OMETTO

Do discurso da COP 27 à prática do agro brasileiro

LARISSA LANDETE

Comunicar sustentabilidade precisa ser uma jornada