sábado, 18 de janeiro de 2020
FOZ DO IGUAÇU

Hotéis assumem pedágio de ônibus para impulsionar turismo rodoviário

18 JUN 2019 - 10h57Por REDAÇÃO

Foz do Iguaçu apresentou uma iniciativa inédita para atração de turistas de todo o país. Trata-se da campanha “Vem pra Foz que o Pedágio é por nossa conta”. A medida vale para operadoras, agências de viagens e empresas de transporte turístico que comercializarem pacotes turísticos exclusivamente por ônibus, já a partir do mês de agosto. Mais de 20 hotéis e pousadas já aderiram à iniciativa. 

A ação foi anunciada pela prefeitura local na presença do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, e lideranças do trade turístico durante o evento Meeting de Turismo Rodoviário - O Sul é meu destino - que fez parte da programação paralela do Festival de Turismo das Cataratas.

As agências de viagens, operadoras de turismo e empresas de transporte turístico de todo o país que comercializarem pacotes turísticos exclusivamente por ônibus, com hospedagem mínima de três diárias no hotel participante, terão o valor do pedágio pago pelo estabelecimento. 

Mais turistas

O presidente do Sindhoteis, Neuso Rafain, destacou que atualmente 110 milhões de pessoas viajam pelo turismo rodoviário no país. Ele acredita que as companhias aéreas não serão capazes de atender a demanda. 

“ Vou exemplificar: o Aeroporto de Foz tem uma média de 26 voos diários, o que representa uma média de 6 mil pessoas, mas a rede hoteleira de Foz tem uma oferta de 32 mil leitos. Acreditamos que com essa campanha vamos alcançar uma fatia importante de turistas brasileiros que viajam pelo meio rodoviário e não conhecem Foz do Iguaçu”, afirma. 

O secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos de Foz do Iguaçu, Gilmar Piolla, disse que o custo de uma passagem rodoviária é de 1/4 de uma passagem aérea e que a iniciativa visa diminuir a ociosidade existente na rede hoteleira. Ano passado, a taxa de ocupação média dos meios de hospedagem ficou em 65%.

“Pretendemos nos reunir com os órgãos de fiscalização e segurança, como Receita Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal e ANTT, para pedir cooperação e definir checklist de exigências que devem ser cumpridas pelas empresas responsáveis pelo transporte rodoviário”, adianta. 

Cobrança

Os representantes das diversas entidades presentes no Meeting Rodoviário aproveitam a presença do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, para entregar uma carta pedindo apoio federal para a modernização do turismo rodoviário no país. 

As reivindicações são: estabelecer o fim do circuito fechado e a possibilidade de multiembarque no circuito turístico, o que permitirá a flexibilização das viagens de grupos de passageiros, de modo a dinamizar e ampliar o fluxo de turistas entre os destinos e a liberação do processo de venda de viagens turísticas por meio de plataformas tecnológicas, de forma a acompanhar a inovação mercadológica dos processos de negócios.

Leia Também

Relatos de viagem

Enfim, no marco zero da Ruta 40. Missão cumprida, uma façanha!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

Se você acha a aventura perigosa, tente a rotina, é mortal

Paulo Coelho, jornalista, escritor

Vídeos

Jornada das Tartarugas

Mais Vídeos

Eco Debate

MANOEL MARTINS DE ALMEIDA

Pequenas Centrais Hidrelétricas – PCHs

HEITOR FREIRE

O Poder do Silêncio

MARCIA HORITA

Atentos e mobilizados na defesa da Mata Atlântica