segunda, 16 de setembro de 2019
FOZ DO IGUAÇU

Hotéis assumem pedágio de ônibus para impulsionar turismo rodoviário

18 JUN 2019 - 10h57Por REDAÇÃO

Foz do Iguaçu apresentou uma iniciativa inédita para atração de turistas de todo o país. Trata-se da campanha “Vem pra Foz que o Pedágio é por nossa conta”. A medida vale para operadoras, agências de viagens e empresas de transporte turístico que comercializarem pacotes turísticos exclusivamente por ônibus, já a partir do mês de agosto. Mais de 20 hotéis e pousadas já aderiram à iniciativa. 

A ação foi anunciada pela prefeitura local na presença do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, e lideranças do trade turístico durante o evento Meeting de Turismo Rodoviário - O Sul é meu destino - que fez parte da programação paralela do Festival de Turismo das Cataratas.

As agências de viagens, operadoras de turismo e empresas de transporte turístico de todo o país que comercializarem pacotes turísticos exclusivamente por ônibus, com hospedagem mínima de três diárias no hotel participante, terão o valor do pedágio pago pelo estabelecimento. 

Mais turistas

O presidente do Sindhoteis, Neuso Rafain, destacou que atualmente 110 milhões de pessoas viajam pelo turismo rodoviário no país. Ele acredita que as companhias aéreas não serão capazes de atender a demanda. 

“ Vou exemplificar: o Aeroporto de Foz tem uma média de 26 voos diários, o que representa uma média de 6 mil pessoas, mas a rede hoteleira de Foz tem uma oferta de 32 mil leitos. Acreditamos que com essa campanha vamos alcançar uma fatia importante de turistas brasileiros que viajam pelo meio rodoviário e não conhecem Foz do Iguaçu”, afirma. 

O secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos de Foz do Iguaçu, Gilmar Piolla, disse que o custo de uma passagem rodoviária é de 1/4 de uma passagem aérea e que a iniciativa visa diminuir a ociosidade existente na rede hoteleira. Ano passado, a taxa de ocupação média dos meios de hospedagem ficou em 65%.

“Pretendemos nos reunir com os órgãos de fiscalização e segurança, como Receita Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal e ANTT, para pedir cooperação e definir checklist de exigências que devem ser cumpridas pelas empresas responsáveis pelo transporte rodoviário”, adianta. 

Cobrança

Os representantes das diversas entidades presentes no Meeting Rodoviário aproveitam a presença do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, para entregar uma carta pedindo apoio federal para a modernização do turismo rodoviário no país. 

As reivindicações são: estabelecer o fim do circuito fechado e a possibilidade de multiembarque no circuito turístico, o que permitirá a flexibilização das viagens de grupos de passageiros, de modo a dinamizar e ampliar o fluxo de turistas entre os destinos e a liberação do processo de venda de viagens turísticas por meio de plataformas tecnológicas, de forma a acompanhar a inovação mercadológica dos processos de negócios.

Leia Também

Relatos de viagem

Como pescar mudou a minha vida

Mais Relatos de Viagem

Megafone

Natureza não põe fogo no Pantanal

Delson Pereira, ribeirinho do Porto da Manga, Corumbá (MS)

Vídeos

Vídeo premiado em 3º lugar no II Cine Aves Campo Grande MS

Mais Vídeos

Eco Debate

ODILON DE OLIVEIRA

Confisco de propriedades rurais

MANOEL MARTINS DE ALMEIDA

Grande Circo Taquari

HEITOR RODRIGUES FREIRE

Significado do Solstício