quinta, 22 de agosto de 2019
VISIT IGUASSU

Foz do Iguaçu investe no turismo e cria universidade

11 JUN 2019 - 14h43Por REDAÇÃO

 

O formato tradicional de sala de aula, com intervalo entre as disciplinas, provas manuais e ter de se adaptar a um ritmo padrão de aprendizagem imposto pela instituição, já não se sustentam com tanta rigidez em uma era em que a informação pode estar à palma da mão. Frequentar uma escola profissional ou universidade exige, entre outras questões, tempo de deslocamento e mais custos, o que gera muitas vezes a desistência por parte do profissional que procura uma capacitação em meio à rotina exaustiva de trabalho. Só que essas dificuldades não anulam a necessidade da capacitação, e é aí que cursos EAD se apresentam como a melhor opção para um aprendizado mais efetivo dentro das possibilidades do aluno.

Segundo o Censo da Educação Superior, divulgado no segundo semestre de 2018 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), enquanto o ensino presencial apresentou queda nas matrículas, a educação a distância registrou o maior salto desde 2008. Os estudantes de EAD chegaram a quase 1,8 milhão em 2017 – o equivalente a 21,2% do total de matrículas em todo o Ensino Superior. Outra pesquisa, divulgada também ano passado pela Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), apresenta a estimativa de que, até 2023, 51% dos estudantes matriculados no Ensino Superior recorrerão ao EAD.

Com a metodologia do Ensino a Distância é possível respeitar o tempo de aprendizagem de cada aluno e, ao mesmo tempo, ensinar milhões de alunos ao mesmo tempo. E neste processo que “pensando em um se chega ao todo”, é possível alcançar grandes resultados dentro de uma empresa, instituição ou, até mesmo, em uma cidade. 

Foz do Iguaçu, por exemplo, é hoje a terceira cidade que mais recebe eventos internacionais do Brasil, segundo o ranking da ICCA (International Congress and Convention Association). Dados do Parque Nacional do Iguaçu, onde fica uma das Sete Maravilhas do Mundo e principal atrativo turístico da cidade, as Cataratas do Iguaçu, mostram que em 2018 foram mais de 1,8 milhão de turistas no local, mas estima-se que a cidade, ao todo, receba cerca de 3,5 milhões de visitantes/ano. Como receber todas essas visitas, garantir experiências únicas, preservar as belezas naturais da região e mesmo assim, exercer um turismo sustentável e com reconhecimento nacional e internacional? É um desafio que abrange diversas áreas e projetos, mas com conexões entre si que envolvem a qualidade da prestação do serviço turístico da cidade. 

“Formar e capacitar a base do turismo, cerca de 25 mil profissionais que trabalham diretamente com o setor, é um dos passos mais importantes que o Visit Iguassu está dando em 2019”, avalia o presidente do Instituto, Jaime Nascimento. A entidade, responsável pelo marketing do Destino Iguassu, acaba de lançar a plataforma de EAD Universidade Visit Iguassu, disponível gratuitamente a todos colaboradores das empresas associadas ao Instituto.

Como funciona?

Inicialmente são cinco cursos oferecidos: hospitalidade, linguagem corporal, atendimento ao cliente, comunicação assertiva e operações em eventos. Divididos em módulos, com videoaulas que duram em média 8 minutos, os cursos podem ser concluídos até mesmo pelos profissionais que conseguem se dedicar somente 15 minutos por dia, por exemplo. 

Após cada vídeo, a ferramenta gera pequenos testes para validar a absorção do conteúdo por parte do aluno. “Novos cursos serão incluídos na plataforma ao longo do ano, na ideia de realmente ser um polo de conhecimento e capacitação profissional no trade turístico do Destino Iguassu”, explica Nascimento.

A plataforma, desenvolvida pela empresa paranaense Já Entendi, especializada em educação corporativa para a base da pirâmide, é exclusiva para empresas associadas ao Visit Iguassu. Os interessados podem entrar em contato com o Instituto pelo telefone (45) 3027-6677 ou pelo e-mail iguassu@iguassu.com.br.

Mais:

O Visit Iguassu foi criado em 2007 e é resultado da união de empresas de Foz do Iguaçu, Puerto Iguazú e Ciudad del Este. A instituição é focada no marketing do Destino Iguassu e tem o objetivo de promover a cidade e região, atraindo turistas e eventos. Sem fins lucrativos e totalmente apartidário, o Visit Iguassu é mantido pela iniciativa privada, pertencente ao trade turístico local. Assim, é uma importante fonte de informação sobre a região e oferece as melhores opções de contratação de serviços, hospedagem, compras, gastronomia e atrativos turísticos.

Leia Também

Relatos de viagem

Como pescar mudou a minha vida

Mais Relatos de Viagem

Megafone

Nossa maneira de viver carece de sentido

Richard Powers, escritor norte-americano

Vídeos

Turma do Labareda - conversa sobre incêndios florestais

Mais Vídeos

Eco Debate

ODILON DE OLIVEIRA

Confisco de propriedades rurais

MANOEL MARTINS DE ALMEIDA

Grande Circo Taquari

HEITOR RODRIGUES FREIRE

Significado do Solstício