quarta, 16 de outubro de 2019

Zagaia Eco Resort faz parte do Turismo Sustentável

02 ABR 2019 - 19h40Por CARLOS ARAKAKI

O Zagaia Eco Resort Hotel, sem dúvida, está localizado em uma das regiões mais espetaculares do mundo quando o assunto é natureza. Bonito, em Mato Grosso do Sul, é referência internacional em ecoturismo. Afinal, são mais de 40 passeios em cenários paradisíacos. E estar em um lugar assim fica mais evidente a importância da preservação do meio ambiente. Pensando nisso, o Zagaia adotou ações sustentáveis ao longo dos 23 anos de existência. A mais recente é a implantação de sistema solar fotovoltaica.

Foram instaladas no resort 592 placas de 335 watts, um total de 1.185 m² de área ocupada. Uma produção que poderá chegar, anualmente, a 288.000 quilowatts hora.

Sistemas termelétricas, bastante comuns, emitem por ano cerca de 205 quilos de dióxido de enxofre (SO2), 258 quilos de óxido de nitrogênio (NOx) e 152 toneladas de dióxido de carbono (CO2). Ou seja, o sistema de energia solar deixa de contribuir com toda essa poluição. Essa importante ferramenta proporciona também uma economia de 30% nos gastos com energia.

Outra ação do hotel é o reaproveitamento de resíduos orgânicos. As cozinhas foram equipadas com processadoras que reduzem até 90% o volume e peso de restos de alimentos. Menos lixo para o aterro sanitário, menos gases de efeito estufa (GEE). Das processadoras, o material vai direto para a horta orgânica e vira adubo.

A horta é outro destaque. Nos canteiros são produzidos ingredientes para a gastronomia do resort. Ervas, verduras e legumes sem agrotóxicos. Alimentação saudável e eficiente.

Por falar em alimentação, o Zagaia Eco Resort acaba de modernizar a gastronomia. Foi instalada tecnologia de ponta nas cozinhas. É o sistema Cook Freeze. Alimentos mais saborosos e mais saudáveis. Redução de até 90% no uso de óleo. Sem riscos de contaminação. Desperdício praticamente zero.

E a bebida? Sem canudinho de plástico, por favor! Aliás, essa prática está completamente fora de moda. O hotel decidiu tirar o canudo de circulação. Mas existem exceções. O drink só leva canudinho de plástico se o hóspede precisar mesmo ou fizer muita questão.

Pensa que acabou? Nada. Já que é para reduzir o impacto na natureza, toalha de lazer usada nas piscinas e passeios, cortesia do hotel, é uma por dia para cada hóspede. Antes era livre e o cliente muitas vezes usava várias toalhas, em um dia, de forma desnecessária. Hoje, oferecemos uma. Se quiser toalha extra terá de pagar 15 reais. Um jeito de controlar o uso mesmo. Conscientização. Toalhas para banho que ficam dentro dos apartamentos não entram nessa ação.

Tem ainda separação do lixo. Todos os resíduos são separados por tipo de material. O que é reciclável é destinado para as cooperativas de reciclagem.

E para finalizar, o resort é associado ao Iasb, Instituto das Águas da Serra da Bodoquena, e apoia todas as atividades e projetos desenvolvidos referentes a preservação dos rios da região.

Cada vez mais, o Eco, do Zagaia Eco Resort, se torna mais forte. O que for possível para contribuir na sustentabilidade o hotel irá fazer, sem deixar de lado o conforto dos hóspedes. A natureza exuberante, como a de Bonito, com certeza agradece.

O autor é jornalista e concierge do Zagaia Eco Resort

Leia Também

Relatos de viagem

Como pescar mudou a minha vida

Mais Relatos de Viagem

Megafone

O homem não tramou o tecido da vida; ele é apenas um dos seus fios

Cacique Seattle, 1884

Vídeos

Vídeo premiado em 3º lugar no II Cine Aves Campo Grande MS

Mais Vídeos