segunda, 27 de janeiro de 2020
NILDE BRUN

Campo Grande tem turismo, sim

26 JUL 2017 - 11h29Por NILDE BRUN

Campo Grande é uma cidade incrível. Nossa Capital tem como vocação turística o turismo de negócios e eventos, mas a meta é evidenciar para os moradores e turistas que a cidade morena se destaca também quando o assunto é turismo de aventura, ecológico, rural, gastronômico e também cultural.

Nosso desafio à frente da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo é potencializar tudo que Campo Grande já possui enquanto destino turístico. Inserir a cidade de volta às prateleiras das agências de turismo não é uma missão fácil, mas conduzimos este retorno com garra e muito trabalho, pois sabemos que temos a nosso favor uma biodiversidade rica, estrutura hoteleira de ponta e recurso pessoal forte para nivelá-la as demais Capitais do Brasil.

Quando as pessoas olham para Mato Grosso do Sul o Pantanal e a cidade de Bonito são os primeiros a brilharem, e isto não é ruim, ao contrário é bom, contudo, não podemos deixar de dizer que tudo começa por Campo Grande, e estruturar a cidade para receber o turista e mostrar a ele que aqui também tem turismo é a nossa missão.

Atualmente estamos debruçados na construção do Plano Municipal de Turismo que dará norte às nossas ações. Além deste material também estamos focados na montagem de mapas e roteiros turísticos para guiar o visitante até às nossas riquezas.

Nilde Brun foi presidente da Fundação de Turismo de MS

Dizer a quem está de passagem que se pode praticar rapel, trilha ou degustar um apetitoso churrasco dentro da cidade é o nosso alvo. Aos poucos vamos descobrindo a melhor forma de dizer ao visitante que ele pode permanecer na Capital por mais de dois dias.

Para tal conquista implementamos o Observatório de Cultura e Turismo de Campo Grande com divulgação de um boletim mensal, que ajuda na aplicação das ações públicas e privadas. Esta ferramenta nos traz mês a mês um diagnóstico com informações precisas a respeito do perfil do turista que chega a Campo Grande, o quanto ele gasta na cidade, de onde ele vem e qual o motivo da estadia, por exemplo. Com esses dados vamos fomentar o setor e abastecer hotéis, empresas e demais interessados em se instalar em Campo Grande.

 Por meio de parcerias também estamos trabalhando para trazer de volta o City Tour, que ficou desativado por um tempo. O ônibus é um equipamento fantástico para apresentar aos turistas a beleza do Parque das Nações Indígenas, a história da fundação de Campo Grande com as memórias do Museu José Antônio Pereira e o incrível desenho da Praça das Araras, por exemplo, entre outros ícones turísticos e culturais que compões a Capital sul-mato-grossense.

Temos apenas seis meses de gestão, mas estamos engajados no resgate do Turismo e mostraremos ainda à população o valor turístico da nossa morena, com produtos elaborados e conteúdo para fixá-la entre os melhores destinos de viagens do nosso País.

Secretária de Cultura e Turismo de Campo Grande,  formada em Ciências Econômicas pela Faculdade Unidas Católicas de Mato Grosso e pós-graduada em Administração em Turismo e Hotelaria.

Leia Também

Relatos de viagem

Enfim, no marco zero da Ruta 40. Missão cumprida, uma façanha!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

O grande inimigo do meio ambiente é a pobreza

Paulo Guedes, ministro da Economia

Vídeos

Jornada das Tartarugas

Mais Vídeos