segunda, 18 de janeiro de 2021
DELÍCIAS

Rio da Prata produz e comercializa doce de leite artesanal

13 DEZ 2018 - 14h55Por REDAÇÃO

Com textura, aroma e sabor que encanta visitantes de diversos países, o doce de leite do Recanto Ecológico Rio da Prata, passeio de trilha e flutuação localizado em Jardim (MS), é preparado artesanalmente, com leite produzido pelo próprio gado da fazenda.

Este diferencial preserva os padrões de qualidade e garante a procedência da matéria prima. Ele permanece em média de 8 a 10 horas no fogo até que fique no ponto ideal para consumo. Isso dá aquele "gostinho de fazenda".

SUSTENTABILIDADE

O destino turístico tem atividades produtivas integradas ao ecoturismo, como a pecuária de corte e leiteira e criação de cavalo de raça.

A fazenda possui 1.500 hectares, sendo banhada pelo Rio da Prata e outros afluentes, como o Córrego Olho D'Água, um dos locais de flutuação.

Em atividade desde 1995, o recanto ecológico prima por uma série de diretrizes de sustentabilidade com o objetivo de nortear o desenvolvimento do atrativo ao longo do tempo.

Foi criada uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN Cabeceira do Prata) e vários programas ambientais são praticados, dentre os quais um viveiro de mudas nativas.

VENDA ONLINE

O doce de leite do Rio da Prata é uma excelente opção para presentear neste Natal.  Moradores de Campo Grande (MS) ou visitantes tem a opção de compra, disponível em dois tamanhos, na Padaria Pão e Tal, localizada na Rua Euclides da Cunha, nº 595.

Experimente! Uma iguaria que encanta os olhos e satisfaz o paladar.

Para quem não reside em Campo Grande, é possível realizar a compra do doce de leite pela loja virtual, com entrega em todo o Brasil. Basta acessar: www.riodaprata.com.br

Leia Também

Relatos de viagem

Conte sua aventura aqui!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

A natureza não negocia e a física não faz acordos

Greta Thunberg, ao Parlamento Europeu

Vídeos

Barco-hotel Vip: pesca no Pantanal

Mais Vídeos

Eco Debate

ORLANDO DE SOUZA

A real paz de que o Turismo precisa

CAIO PENIDO

Os Serviços Ambientais e o Pacto AgroAmbiental

MANOEL MARTINS DE ALMEIDA

Pertencimento é pertencer ao Pantanal!