quarta, 01 de fevereiro de 2023
SAIBA MAIS

Por que os insetos voadores são atraídos pela luz?

29 DEZ 2022 - 14h10Por REDAÇÃO

É comum observar, principalmente em períodos mais quentes, insetos como mariposas, moscas e aleluias voando em volta de fontes luminosas como lâmpadas, faróis e postes. Porém, quais são as razões por trás deste comportamento? O biólogo e diretor técnico da Rentokil (atua em mais de 80 países no controle de pragas), Carlos Peçanha, listou algumas teorias acerca do assunto.
 
Não existe uma explicação científica concreta para explicar por que insetos são atraídos pela luz, mas existem teorias que oferecem possíveis explicações. Uma delas é que os insetos veem a luz como um farol de emergência e um sinal de segurança. Por instinto, os insetos se dirigem até a fonte luminosa que geralmente estão posicionadas em lugares altos, como postes e lâmpadas. Essa segurança é semelhante a bolhas de ar que abrem caminho para a superfície da água para algumas criaturas subaquáticas.
 
“Já uma outra abordagem sugere que a luz é utilizada como ponto de navegação que auxilia durante o voo. Caso um inseto tenha como direção o Norte, por exemplo, é capaz de julgar sua direção se baseando em uma fonte natural de luz, como o sol ou a lua. No entanto, se o inseto se depara com uma luz artificial redonda, como no caso de lâmpadas na varanda, ele fica confuso com qual direção seguir. Isso explica o comportamento de insetos voando em círculos continuamente ao arredor de fontes de luz”, explica Peçanha.
 
Outra teoria diz os insetos voadores dispõe de atração natural pela luz, conhecida como fototaxia. Outros insetos como baratas e minhocas possuem fototaxia negativa, ou seja, são repelidos pela exposição à luz, enquanto mariposas, moscas e outros insetos voadores possuem fototaxia positiva e são naturalmente atraídos por ela.
 
A compressão desse fenômeno natural pode ajudar a desenvolver armadilhas luminosas para combater pragas urbanas. 

“As moscas domésticas, em particular, podem ver e são atraídas por luz ultravioleta, que os humanos não podem enxergar. Como não enxergamos, não utilizamos o ultravioleta para iluminar nossos ambientes, e é por isso que qualquer armadilha que disponha dela acende como um farol para os insetos, que são atraídos por instinto”, relata o biólogo.
 
Não apenas ultravioleta, mas LED também podem ser utilizado como armadilha. A Rentokil dispõe do Lumnia, proteção discreta e eficaz, que utiliza de lâmpadas de alta atração para moscas, capaz de capturar mais de 18 tipos de insetos voadores, além de dispor do controle sustentável dos insetos.
 

Leia Também

Relatos de viagem

Conte suas aventuras aqui!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

Quando morre um rio, morremos todos, pois somos parte da humanidade que necessita do ambiente equilibrado

Gilberto Mendes Sobrinho, juiz federal de MS, ao determinar a recuperação do Rio Taquari, em 2013

Vídeos

Parque Ecológico Rio Formoso

Mais Vídeos

Eco Debate

ARMANDO ARRUDA LACERDA

Cerimônia de formatura no Pantanal

JOÃO GUILHERME SABINO OMETTO

Do discurso da COP 27 à prática do agro brasileiro

LARISSA LANDETE

Comunicar sustentabilidade precisa ser uma jornada