sexta, 21 de junho de 2024
RETOMADA

Mtur lançará mega campanha em prol do RS na próxima semana

06 JUN 2024 - 20h31Por REDAÇÃO

O Ministério do Turismo está pronto para lançar uma grande campanha em prol da reconstrução do Rio Grande do Sul. O ministro do Turismo, Celso Sabino, visitou as cidades de Gramado e Canela (RS) nesta semana. 

Uma delas trata do aumento no número de voos para o Rio Grande do Sul, por meio do uso da estrutura de bases aéreas de cidades da região. Esse assunto voltou à tona, nesta quinta-feira (6), em coletiva de imprensa durante o Festival das Cataratas 2024, em Foz do Iguaçu (PR).

Em outra frente, o Ministério do Turismo dará visibilidade aos atrativos turísticos gaúchos em grandes festivais internacionais para promover o turismo na região. Na posição de homenageado na Feria Internacional de Turismo (FIT), que acontece em Buenos Aires, em setembro, o Brasil priorizará a divulgação de atrações do estado. A Argentina é o principal emissor de turistas ao Brasil e o principal receptor estrangeiro de turistas no Rio Grande do Sul.

Conectividade

O secretário de Planejamento, Sustentabilidade e Competitividade do Ministério do Turismo, Milton Zuanazzi, detalhou as possíveis estratégias para ampliar a conectividade aérea no Rio Grande do Sul, incluindo a nova campanha que será lançada na próxima semana. 

“O melhor jeito de ajudar o Rio Grande do Sul é viajando para lá. Na Serra Gaúcha, por exemplo, já estamos fazendo um grande esforço de ampliação na conectividade aérea”, destacou.

Isso envolve operações em Canela com ATRs, a triplicação das operações em Caxias do Sul, a operação de Boeing 737s em Torres por contar com uma pista de 1,5 mil metros quadrados, e um possível terminal de campanha em Vacaria, a 150km de Gramado. 

“Esses são os esforços que estamos fazendo agora até termos um diagnóstico do Salgado Filho. É por isso que iremos lançar esta campanha com foco no Brasil inteiro, mais especificamente em São Paulo, Rio, BH e Sul do Brasil, por conta do rodoviário”, disse.

Além dos possíveis novos aeroportos, Rio Grande do Sul já conta com operação em Pelotas, abriu Santana do Livramento, via Riviera, no Uruguai, além de Uruguaiana, cidade a qual a Aerolíneas está estudando, com conexão em Buenos Aires. Há também Santo Ângelo, que conta com voos diretos, além de Passo Fundo, que passou de dois para quatro voos por semana. 

“Tudo isso vai abrir espaço para novos destinos turísticos no RIo Grande do Sul”, complementou o ministro.

Financiamentos

Entre as medidas já iniciadas pelo MTur está a disponibilização de R$ 200 milhões do Fundo Geral de Turismo (Novo Fungetur), voltados à concessão de financiamentos com condições especiais a atividades turísticas prejudicadas. Do total, R$ 100 milhões já foram repassados e o valor restante será aportado conforme o avanço das contratações. O recurso pode ser utilizado para capital de giro, compra de equipamentos e obras de reforma e ampliação.

“Estamos trabalhando fortemente para retomada do Rio Grande do Sul porque a chuva vai parar, a água vai secar, a lagoa vai descer e o crescimento econômico vai voltar, porque todos nós entendemos que o crescimento econômico salva vidas, promove a geração de empregos e uma distribuição de renda democrática“, afirmou o ministro Sabino.

Leia Também

Relatos de viagem

Gabi viveu o deserto e o céu mais estrelado do mundo

Mais Relatos de Viagem

Megafone

Leio a manchete: 'deputados de MS propõem audiência para solucionar queimadas'. Pantanal está salvo, graças a Deus!

Silvio de Andrade, jornalista

Vídeos

As 10 cidades mais ricas em espécies de aves

Mais Vídeos

Eco Debate

ARMANDO ARRUDA LACERDA

Lei do Pantanal: tirou o boi, fogaréu entrou!

MARIANA PONTES

Cerrado e Caatinga são patrimônios do Brasil e precisam ser protegidos

EDUARDO CRUZETTA

Um dia pelo Meio Ambiente, 300 anos pela pecuária conservando o Pantanal