sexta, 24 de maio de 2024
EVENTOS

Fundtur inova e dá transparência com edital de apoio a eventos

21 JUL 2017 - 08h02Por Redação

Publicado no último dia 17 de julho, o edital de Chamamento Público da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur-MS) democratiza o acesso aos recursos do  Fundo para o Desenvolvimento do Turismo de MS e pretende apoiar projetos de fomento a eventos geradores de fluxo turístico nos municípios do estado.

As ações apoiadas no edital deverão estar dentro de um dos seguintes eixos temáticos: ecoturismo, evento gastronômico, turismo de aventura, turismo de negócios e eventos, além de carnaval.

De acordo com o diretor-presidente da Fundtur-MS, Bruno Wendling, essa ação faz parte de uma das linhas estratégicas da Fundação de Turismo. “O edital para apoio a eventos geradores de fluxo turístico é importante porque dá transparência ao processo, pois todos os municípios terão condições de concorrer de forma igualitária, com base em critérios técnicos”, destacou.

A Fundação de Turismo, segundo Wendling, levará em conta a categorização trabalhada pelo Ministério do Turismo, ou seja, os municípios melhor posicionados receberão um pouco mais de recursos, no valor de até R$ 50 mil.

“Entendemos que eles estão mais preparados para realizar os eventos. Os demais municípios poderão receber até R$ 40 mil, que consideramos um bom recurso também”, pondera.

Na legalidade

Além dos critérios já citados, a seleção dos projetos também levará em consideração o apoio das instâncias de governança municipais ou regionais, a cobertura da divulgação e promoção que será feita do evento, medidas para prevenir e combater todo e qualquer desrespeito ao ser humano, como o combate a exploração sexual de crianças e adolescentes, combate ao turismo sexual, entre outros.

Outro critério importante para a Fundação de Turismo é a legalidade dos empreendimentos turísticos. “Vamos priorizar os destinos que possuem empreendimentos cadastrados no Cadastur, pois entendemos que a oferta é legalizada, e também aqueles que trabalham na baixa temporada para motivar a redução da sazonalidade. Dando transparência ao processo seremos mais justos e apoiaremos de fato aqueles eventos que levam turistas e movimentam a economia dos municípios”, disse o presidente da fundação.

“Todos os municípios têm direito a concorrer – completou ele - e, os que forem aprovados, terão tempo para o planejamento já que apoiaremos eventos até o carnaval do ano que vem”.

Prazo

Informações sobre documentação, forma de apresentação do projeto básico, plano de trabalho, processo de seleção, cronograma e outras informações estão no “Edital de Chamamento Público 02/2017” que pode ser acessado no www.turismo.ms.gov.br/institucional/convenios. Os municípios que pretendem concorrer ao Chamamento Público têm até o dia 16 de agosto para entregar os projetos.

Leia Também

Relatos de viagem

A decoada, o armau e história de pescador no Pantanal do Nabileque

Mais Relatos de Viagem

Megafone

O meio ambientalismo nunca preocupou-se com o meio ambiente. Suas ações são histéricas ou fanáticas em defender interesses inconfessos

Armando Arruda Lacerda, pantaneiro

Vídeos

As 10 cidades mais ricas em espécies de aves

Mais Vídeos

Eco Debate

PAULO DE GODOY

Os desafios da sustentabilidade da jornada de dados para IA

ARMANDO ARRUDA LACERDA

Pantaneiros informam: respeitar não é idolatrar animais

FREDERICO BUSSINGER

Água, chuvas, enchentes: Lições aprendidas e a aprender