terça, 07 de dezembro de 2021
CONFIRMADO

Festival de Blues e Jazz volta a Bonito homenageando Zé Pretim

14 OUT 2021 - 21h06Por REDAÇÃO

O 8º Bonito Blues e Jazz Festival finalmente tem nova data, após quatro adiamentos por conta da pandemia. O evento este ano será de 12 a 14 de novembro, no Sesc Bonito. Além de uma programação musical nacional e internacional, o festival fará homenagem ao “bluesman pantaneiro” Zé Pretim, que morreu no dia 16 de setembro.

Após ter sido adiado por quatro vezes, o evento que já é tradição no cenário cultural de Mato Grosso do Sul volta com toda força seguindo todas as medidas de biossegurança. Além das atrações musicais, o festival movimenta a cadeia do turismo na Capital do Ecoturismo.

Afonso Rodrigues Jr., coordenador geral do festival, disse que está confiante na expectativa do público, uma vez que a vacinação contra a covid-19 está bem avançada no Estado.

“O festival já tem um público consolidado que nos segue há alguns anos, não é um evento de grandes plateias, mas de um público bastante fiel e que aprecia os estilos musicais, blues e jazz, normalmente com pouca divulgação no Estado e, desta forma, o Festival é uma oportunidade, tanto para a plateia quanto para os artistas, se comungarem na música, em especial após esse período tão difícil que atravessamos nos últimos anos”, observou.

Ele também contou que esse é o primeiro festival de blues e jazz que volta a ser realizado no Estado. Por isso, será feita uma homenagem a Zé Pretim, o bluesman mais famoso de MS. Ele foi encontrado morto no dia 16 de setembro, deixando um legado para a música regional e nacional.

“O Zé participou de quatro edições do festival, desde o primeiro. Este ano, vamos fazer uma homenagem e ele por meio de uma exposição fotográfica de autoria do fotógrafo Aurélio Vinicius. As pessoas poderão lembrá-lo através dessas imagens”, contou o organizador do evento.

Como parte das homenagens, será uma exposição fotográfica de Aurélio Vinicius, que possui um vasto acervo de apresentações e sorrisos do cantor, que durante anos contagiou o Estado e inspirou inúmeros músicos.

 

O cantor, segundo a organização do evento, participou de quatro edições do festival, que nos últimos anos promove em Mato Grosso do Sul um encontro de vozes nacionais e até internacionais do blues.

.12 de novembro

20h – Quinteto Jazz Sectur (Campo Grande)

21h30 – Alan Almeida Quarteto (Caarapó)

23h – Tubarões do Rio Formoso (Bonito)

13 de novembro

20h – Crossroads Duo (Ponta Porã)

21h30 – Simão Gandhi e Dominique Bernal (Dourados/ Assunção)

23h – Mr. Willie (Campo Grande)

14 de novembro

20h – Corvo e os Malditos do Cerrado (Campo Grande)

21h30 – Sócio’s Band (Campo Grande)

23h – Caio Ignácio e banda (São Paulo)

Leia Também

Relatos de viagem

Salobra, uma verdadeira celebração da vida!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

Quando falamos em neutralizar as emissões de carbono, estamos construindo um modelo alternativo de desenvolvimento para MS

Ricardo Senna, Semagro

Vídeos

Conheça Bodoquena (MS)

Mais Vídeos

Eco Debate

RODRIGO CLEMENTE

Os desafios encontrados pelas empresas no caminho da sustentabilidade

MOACIR SATURNINO DE LACERDA

Tempos idos da Esperança

ARMANDO ARRUDA LACERDA

Estatização privada do Pantanal