sexta, 21 de junho de 2024
LIVRO

Do Pantanal às farmácias no Japão: viagens que contam histórias de vida

18 MAI 2023 - 11h35Por REDAÇÃO

Para a escritora e revisora Tania Moschini, viajar é a “tônica da vida”. Essa paixão é tão grande que inspirou o lançamento de E agora, pra onde? Relatos de viagens com muitas risadas e emoções, um livro de crônicas sobre momentos engraçados e emocionantes vivenciados mundo afora. Com uma escrita leve, otimista e descontraída, ela retrata experiências protagonizadas em família.

Nos mais de 40 capítulos que integram este título, a autora leva os leitores para muitos lugares, do Japão ao Pantanal. A partir de seus textos, o público é apresentado a países como China, Chile, Inglaterra, Itália, Peru, Alemanha, entre outros. Há até mesmo viagens nunca feitas, mas que continuam nos planos apesar de estresses anteriores, causados pela necessidade de impor limites às decisões de uma das filhas.

As histórias são sempre narradas pela própria escritora, com presença recorrente do marido, o maior parceiro dessas aventuras, além das três filhas. E agora, pra onde? é também uma obra autobiográfica sobre situações universais de uma vida. A companhia do primeiro amor, a formação de uma família e o crescimento profissional são algumas das questões entrelaçadas nos relatos de viagem.

A autora retrata, por exemplo, os conflitos gerados no núcleo familiar após a busca por independência de uma das filhas em outro continente. Fala ainda dos sentimentos de estar ao lado dos pais depois de adulta, como se retornasse à inocência da infância por breves instantes. Entretanto, essas narrativas em família estão nas entrelinhas, sempre conectadas a eventos cômicos que vão divertir e encantar o público:

Antes de subirmos ao nosso quarto, fomos até uma farmácia no lobby do hotel. Aí começou o desafio. O Antonio Joaquim, que não fala inglês e muito menos japonês, começou a travar uma luta hercúlea com a atendente, uma japonesinha idosa, simpática, cheia de vontade de nos atender. Tudo em vão. A comunicação não fluía.  A frase dele se resumia a isso: “Please, I ...” e tossia, na tentativa de fazê-la entender que o problema era gripe e tosse. A senhorinha, paciente, esperava ele parar de tossir para retomar a frase. E ficou nisso. Ele tossindo para se fazer entender e ela esperando educadamente a crise da tosse passar. (E agora, pra onde?, pg. 40)

A obra tem um texto simples, para alcançar todos os leitores e não apenas aqueles que planejam viajar. “A intenção nem passa perto de se tornar um guia de viagens, ou de dicas sobre minhas andanças. O intuito é simplesmente compartilhar as sensações vividas durante as minhas aventuras nos mais variados cenários, onde quer que eu esteja", complementa a autora.

Neste livro, as pessoas mergulham nos relatos de Tania Moschini para serem levadas a outras cidades, mas são conduzidas também por uma trajetória de vida contada através de viagens. A própria escritora faz um convite à leitura, para conhecê-la: “Você vem?”.

Sobre a autora

Natural de Três Passos, no Rio Grande do Sul, Tania Moschini mora em Cuiabá, no Mato Grosso. Formada em Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e Francesa, dedicou quase quatro décadas de sua vida ao trabalho em áreas técnicas e em gestão de secretarias estaduais. Foi, durante 17 anos, assessora e revisora de textos do Tribunal de Contas do Estado, no MT. Depois de se aposentar, começou a prestar serviços de revisão e de ghostwriter. Também passou a se dedicar à literatura, com a estreia de “E agora, pra onde?”.


FICHA TÉCNICA
Título: E agora, pra onde? Relatos de viagens com muitas risadas e emoções
Autora: Tania Moschini
ISBN: 9786558724582
Páginas: 220
Preço: R$ 52,98 (físico) e R$ 19,90 (e-book)
Onde comprar: Amazon | Clube de Autores

Leia Também

Relatos de viagem

Gabi viveu o deserto e o céu mais estrelado do mundo

Mais Relatos de Viagem

Megafone

Leio a manchete: 'deputados de MS propõem audiência para solucionar queimadas'. Pantanal está salvo, graças a Deus!

Silvio de Andrade, jornalista

Vídeos

As 10 cidades mais ricas em espécies de aves

Mais Vídeos

Eco Debate

ARMANDO ARRUDA LACERDA

Lei do Pantanal: tirou o boi, fogaréu entrou!

MARIANA PONTES

Cerrado e Caatinga são patrimônios do Brasil e precisam ser protegidos

EDUARDO CRUZETTA

Um dia pelo Meio Ambiente, 300 anos pela pecuária conservando o Pantanal