terça, 07 de dezembro de 2021
EM ALTA

Brasil terá pelo menos 80 feiras de negócios até o fim do ano

20 OUT 2021 - 21h11Por REDAÇÃO

O Brasil deve ter cerca de 80 feiras e eventos de negócios até o fim deste ano. É o que aponta um levantamento realizado pela União Brasileira de Feiras e Eventos de Negócios (Ubrafe) junto aos centros de convenções, congressos e pavilhões de feiras associados à organização em todo o país. Até dezembro, eventos como a 9ª Corrida Rolling Stone e a Feira Nacional de Artesanato devem movimentar a cadeia turística de alguns estados e gerar movimentação econômica para o país.

Em Alagoas, por exemplo, são esperados mais de 9 mil turistas que participarão de feiras, simpósios, congressos e competições esportivas. A expectativa é de que estes turistas gastem em média R$ 1 mil por dia. Entre os eventos a serem realizados no estado estão, a Conferência de Futebol do Nordeste (Confut), que abrirá a temporada de eventos em Alagoas, e o 57º Congresso Brasileiro de Cirurgia Plástica, que acontece na primeira semana de novembro, que tem a expectativa de receber até 1,5 mil participantes.

Dados do Ministério do Turismo apontam que a receita gerada por visitantes estrangeiros que vêm ao Brasil a negócios é 33,4% maior que para viagens a lazer. Para o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, a retomada deste setor é de extrema importância para e economia do país. “O setor de feiras e eventos foi um dos mais atingidos pela pandemia, e ver esta previsão empolga os trabalhadores deste segmento, que é tão relevante para os números do turismo mundial. Isso só mostra que o nosso trabalho tem dado certo e continuaremos a fazê-lo”, destacou.

Em 2022

Recentemente, algumas cidades e estados do país começaram a liberar a realização de eventos com maior número de pessoas. É o caso da Bahia, que publicou decreto este mês autorizando a realização de atividades com a presença de público de até mil pessoas em feiras, parques de exposições etc. O Rio de Janeiro foi outro destino que liberou a realização de atividades deste porte, desde que seja limitado em 500 participantes. Em agosto, Belo Horizonte (MG) autorizou feiras exposições, congressos e seminários corporativos com até 800 pessoas.

Ainda segundo a Ubrafe, a expectativa é que para o ano de 2022, o país tenha um calendário pleno com mais de 700 feiras e eventos de negócios. O lançamento da lista de feiras e eventos da Ubrafe para o ano que vem tem previsão de divulgação a partir da segunda quinzena de novembro.

Em 2019, o estudo de demanda turística internacional do MTur apontou que o turismo de negócios foi o segundo principal motivo da vinda de estrangeiros para o Brasil. Do número total, 15,4% visitaram o país com esta finalidade. Entre os destinos mais procurados estão São Paulo (49,2%), Rio de Janeiro (19,1%), Curitiba (4,8%), Porto Alegre (3,4%) e Brasília (3,2%). O gasto médio per capita, por dia, desses viajantes foi de US$ 77,39.

 

Leia Também

Relatos de viagem

Salobra, uma verdadeira celebração da vida!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

Quando falamos em neutralizar as emissões de carbono, estamos construindo um modelo alternativo de desenvolvimento para MS

Ricardo Senna, Semagro

Vídeos

Conheça Bodoquena (MS)

Mais Vídeos

Eco Debate

RODRIGO CLEMENTE

Os desafios encontrados pelas empresas no caminho da sustentabilidade

MOACIR SATURNINO DE LACERDA

Tempos idos da Esperança

ARMANDO ARRUDA LACERDA

Estatização privada do Pantanal