terça, 26 de janeiro de 2021
PESCA

Zezé Di Camargo grava vídeo em apoio a cota zero em MS

22 OUT 2019 - 14h40Por SÍLVIO DE ANDRADE

“Sou um apaixonado pela pesca esportiva, mas o melhor lugar do dourado, do pacu e do pintado é dentro do rio. Parabéns Mato Grosso do Sul pela iniciativa e ousadia”. Este é um trecho da mensagem do cantor sertanejo e pescador Zezé Di Camargo, ao participar de campanha totalmente educativa em favor da natureza e em apoio à cota zero para a pesca esportiva em Mato Grosso do Sul, decretada pelo Governo do Estado a partir de 2020.

“Todos nós temos o compromisso de perpetuar esse santuário. Seja pelos exemplos do homem pantaneiro, que vive ali há 300 anos em harmonia com os bichos, ou pelas leis ambientais, que regem o equilíbrio da natureza”, prossegue o artista, que se diz fascinado pelo Pantanal de Mato Grosso do Sul “desde a primeira viagem que fiz a essa imensidão de água e muito verde”. Ele gravou o vídeo durante visita a Campo Grande, em setembro.

Apoio voluntário

O governador Reinaldo Azambuja havia revelado em julho desse ano, em evento de entrega de equipamentos à Polícia Militar Ambiental, o apoio do cantor Zezé Di Camargo, ao decreto da cota zero e o interesse do cantor, da dupla Zezé Di Camargo e Luciano, em participar voluntariamente de uma campanha de conscientização da população, em especial dos pescadores, quanto a importância da medida, que visa preservar o estoque pesqueiros.

Zezé Di Camargo e o governador Reinaldo Azambuja. Foto: Chico Ribeiro

Legado ambiental

“O Zezé Di Camargo gostaria de fazer um trabalho com artistas locais que defendem esse ideal para divulgarmos a importância da preservação ambiental”, disse o governador. Convidado por Reinaldo Azambuja para o lançamento da 15ª edição do Festival América do Sul Pantanal (Fasp), no dia 20 de setembro, o cantor fez questão de deixar seu testemunho em favor da pesca esportiva sustentável nos rios do Estado. “Temos que ter essa consciência!”, sustentou.

Segundo Reinaldo Azambuja, a campanha pró cota zero de Mato Grosso do Sul vai unir “um grande conjunto de pessoas que defendem a preservação ambiental como legado para o futuro”. Para ele, a medida contribui com o fomento do turismo sustentável, além de promover a reposição do estoque pesqueiro dos rios sul-mato-grossenses. “Também sou um pescador esportivo e me conscientizei do valor que o peixe tem dentro do rio”, frisou.

Desde sua decretação, em fevereiro desse ano, a cota zero recebe apoio de diversos segmentos. As associações de pesca esportiva do Pantanal (Apep) e de Três Lagoas (Apetl) já declararam apoio. O canal Fish TV News, especializado em pesca esportiva na América Latina, também. Tendência mundial para preservação da ictiofauna, a cota zero para algumas modalidades de pesca já é realidade em diversos estados brasileiros, como Goiás e Tocantins.

Acesse o vídeo:
https://www.facebook.com/ReinaldoAzambuja/videos/416049549057272/

 

Leia Também

Relatos de viagem

Conte sua aventura aqui!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

A natureza não negocia e a física não faz acordos

Greta Thunberg, ao Parlamento Europeu

Vídeos

Barco-hotel Vip: pesca no Pantanal

Mais Vídeos

Eco Debate

ORLANDO DE SOUZA

A real paz de que o Turismo precisa

CAIO PENIDO

Os Serviços Ambientais e o Pacto AgroAmbiental

MANOEL MARTINS DE ALMEIDA

Pertencimento é pertencer ao Pantanal!