sexta, 19 de agosto de 2022
EDUARDO RIEDEL

"Vamos investir no turismo e aproveitar as vocações de MS"

26 JUL 2022 - 11h39Por REDAÇÃO

Pré-candidato ao Governo do Estado, Eduardo Riedel (PSDB) reforçou seu compromisso com o incremento da indústria do turismo em Mato Grosso do Sul. Ele comemorou a recuperação do setor após os momentos mais duros da pandemia do coronavírus, onde os investimentos do Estado na promoção e melhoria do acesso aos destinos foram decisivos na retomada da atividade.

Operadores do turismo em MS destacaram os bons números registrados pelo setor em 2022. Segundo eles, a atividade vem crescendo desde o ano passado depois de ter um 2020 de baixas por causa da pandemia de covid-19. Em abril, a rede hoteleira teve 57% de taxa média de ocupação. Em 2019, esse índice foi de 46%.

Empresários do maior destino de ecoturismo do mundo têm percebido melhora no fluxo da cidade. Os hotéis relatam que o movimento já voltou como era antes da pandemia. E o público tem mudado também. Temos recebido bastante sul-mato-grossenses, que têm diversificado os passeios além dos balneários.

Prioridade de governo

Eduardo Riedel afirmou que o Mato Grosso do Sul tem muito a crescer no turismo. Além da geografia privilegiada, a biodiversidade, preservação dos rios, a pegada de carbono, a rota do turismo, o projeto Estrada Viva (passagem de animais para proteção contra o atropelamento de animais) e até mesmo com sua imensa população indígena, motivos para receber visitantes de outros estados e outros países não faltam.

Nos últimos sete anos, Riedel teve papel fundamental na estruturação do setor. “O turismo é uma indústria que, nos próximos anos, receberá atenção muito especial no Mato Grosso do Sul, por sua capacidade de gerar recursos, alavancar potencialidades locais, disseminar o estado no Brasil e no mundo e, também, educar e envolver as comunidades”.

Riedel classifica a pesca esportiva como uma das atividades em potencial e sustentável do turismo regional

O pré-candidato falou também sobre as ações implementadas sob sua batuta na estruturação do turismo. “Investimos em pavimentação para ligar com mais qualidade nossas duas grandes estrelas do turismo, Bonito e o Pantanal. Investimos na estrada de Anastácio até Bonito, em saneamento básico e água no município, para prepará-lo para feriados como o deste fim de semana”, destacou. 

Outros destinos

São investimentos, segundo Riedel, direcionados não apenas para o turismo, mas para o social e a pecuária. Outro projeto grande, tão importante quanto as rodovias, foram as infovias. “Estamos preparando os nossos municípios para acesso à dados, trânsito de dados. Comunicação e logística são fundamentais na captura de novos voos, na promoção do destino”, afirmou.

Riedel destacou, ainda, a importância das microregiões turísticas, como uma área a ser explorada nos próximos anos. “Nós temos - fora do foco do Pantanal, Bonito, Corumbá, etc - núcleos de pequenos paraísos para serem explorados pelo turismo. Por exemplo, bem próximo a Campo Grande está o distrito de Camisão, com suas trilhas e cachoeiras; Rio Verde, Costa Rica, enfim. Assim como esses locais, existem inúmeros outros pelo estado”, completou.
 

Leia Também

Relatos de viagem

Conte suas aventuras aqui!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

Com a crise climática, o Brasil está em uma encruzilhada e a hora de agir é agora

Al Gore, ex-vice-presidente dos EUA e ativista ambiental

Vídeos

Tocando em Frente, Almir Sater

Mais Vídeos

Eco Debate

SYLVIO MODE

Cidades inteligentes: da década de 90 para o amanhã

ARMANDO ARRUDA LACERDA

Se correr o bicho pega, se ficar, ele come

MANOEL MARTINS DE ALMEIDA

Porto São Miguel