quinta, 28 de janeiro de 2021
PELO ALTO

Sylvestre Campe filma Pantanal para programa no canal Off

31 JUL 2017 - 06h00Por Sílvio Andrade

O premiado cineasta Sylvestre Campe, alemão radicado no Brasil, se prepara para mais uma aventura a bordo de um paramotor: vai sobrevoar o Pantanal, de Porto Jofre (Poconé, Mato Grosso) ao Forte Coimbra (Corumbá, Mato Grosso do Sul) com mais seis pilotos.

Ele esteve na região em dezembro do ano passado fazendo levantamento do roteiro que pretende seguir, com o apoio do Instituto Homem Pantaneiro (IHP), e ficou encantado com as belezas da Serra do Amolar, um conjunto de montanhas que concentra rica fauna e flora e lagoas, entre Corumbá e a fronteira com a Bolívia.

Atualmente, Sylvestre Campe apresenta o programa “Aéreas”, no canal Off, onde exibe imagens aéreas espetaculares, paisagens diversificadas e todos os obstáculos que enfrenta em suas viagens pelo mundo. Além de protagonista, ele é também o diretor de fotografia.

Campe vive no Brasil há mais de uma década. Passou grande parte de sua adolescência com a família em um veleiro, viajando ao redor do mundo. O pai cineasta sustentava a família produzindo documentários sobre a viagem.

Como filho mais velho, Sylvestre ajudava o pai operando o som e a câmera, além de tripular o barco. Desembarcou nos EUA, onde estudou cinema, e após formar-se escolheu o Brasil para viver e trabalhar desde 1990.

No Pantanal

Além de dirigir e fotografar filmes de aventura é um especialista em filmagens em montanhas de gelo e rocha. Realiza documentários para canais brasileiros, como Rede Globo e Globosat. É cinegrafista de canais de televisão europeus e americanos, como Animal Planet (70 episódios para Série Wild Things) e CBS (seis corridas de volta ao mundo Amazing Race), entre outros.

Ele diz que realiza um sonho ao se aventurar em uma viagem de paramotor pelo mundo dando um olhar diferenciado para a paisagem vista de cima. Campe e equipe chegam ao Porto Jofre no próximo dia 6, domingo, e finaliza suas filmagens no Forte Coimbra.

No caminho, sobrevoando a região a cada 70 km, ele documentará a Serra do Amolar, onde estão situadas as pousadas Acurizal e Porto São Pedro e o Parque Nacional do Pantanal.

Também passará pela Fazenda Jatobazinho, onde funciona uma escola em regime de internato para filhos dos ribeirinhos do Rio Paraguai; Rabicho (unidade da Marina abaixo de Ladário) e Porto Morrinho (ponte da BR-262)

Leia Também

Relatos de viagem

Conte sua aventura aqui!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

A natureza não negocia e a física não faz acordos

Greta Thunberg, ao Parlamento Europeu

Vídeos

Barco-hotel Vip: pesca no Pantanal

Mais Vídeos

Eco Debate

ORLANDO DE SOUZA

A real paz de que o Turismo precisa

CAIO PENIDO

Os Serviços Ambientais e o Pacto AgroAmbiental

MANOEL MARTINS DE ALMEIDA

Pertencimento é pertencer ao Pantanal!