quarta, 22 de março de 2023
VIVA MAIS BONITO

SEBRAE PREPARA EMPRESÁRIOS PARA RECEBER NÔMADES DIGITAIS

23 SET 2021 - 11h21Por REDAÇÃO

Com o objetivo de preparar os empresários do trade turístico de Bonito para receber turistas com o perfil de nômade digital, o Sebrae/MS está com inscrições abertas para a consultoria on-line “Estratégias para atender Nômades Digitais”. A capacitação é gratuita e integra as ações do programa Viva Mais Bonito, que ainda será lançado no município.

A consultoria garante orientação remota sobre soluções para preparar a empresa para o turismo de longa permanência. O turista com o perfil de nômade digital ou trabalhador remoto permanece mais no destino e por isso, é um viajante que gasta mais na região do que o turista tradicional, consumindo produtos turísticos e valorizando os pequenos negócios de vizinhança.

Bonito se prepara para receber o novo público

Quem é esse novo turista?

Os nômades digitais são grandes inspirações para quem deseja ter um horário de trabalho mais flexível e viajar. Exercendo funções que podem ser feitas a distância, eles conseguem fazer suas entregas de qualquer lugar do mundo — desde que não falta uma boa conexão de internet. Mais que uma profissão, o nomadismo digital um estilo de vida, ou seja, uma maneira especial de trabalhar e ter novas experiências no turismo.

Os principais destinos turísticos do mundo estão se preparando para receber esse tipo de público. Já existem lugares totalmente adaptados para receber esse tipo de público, investindo bastante em infraestrutura para os novos “moradores”.

Florianópolis, no litoral sul do Brasil, oferece inúmeros cafés e coworking, internet rápida, fácil acesso a transporte público e carros por aplicativo. Além disso, em Floripa o nômade desfruta de um lugar com várias possibilidades de lazer e turismo, incluindo trilhas e cachoeiras para os amantes da natureza – atrativos que destacam Bonito como a Capital do Ecoturismo.

Bonito na vanguarda

O programa Viva Mais Bonito, fruto de uma parceria do Sebrae com a prefeitura de Bonito, Conselho Municipal de Turismo (COMTUR) e o Instituto de Desenvolvimento de Bonito (IDB), tem o objetivo de conectar pessoas com mobilidade profissional a uma vida mais perto da natureza e tempo de qualidade.

Natureza atrai o nomadismo

Para isso, ele prevê a criação do passaporte BYOVISA, que será entregue ao turista nômade, permitindo o acesso a uma série de benefícios, como desconto na rede hoteleira e atrativos turísticos.

Segundo o superintendente do Sebrae/MS, Claudio Mendonça, Bonito busca estar na vanguarda das tendências para o turismo e o programa irá posicionar o destino ofertando um serviço diferenciado.

“Queremos que Bonito seja o destino de Ecoturismo pioneiro no Brasil em se autodeclarar ideal para nômades digitais e trabalhadores remotos. Hoje, a permanência média em Bonito é de três a quatro dias, e com o programa, nossa expectativa é ampliar a estadia deste público para 30 dias”, destacou.

Como se inscrever

Para participar da consultoria gratuita, os empresários devem se inscrever em bit.ly/ConsultoriaVivaMais. Mais informações pelo telefone 0800 570 0800.

Leia Também

Relatos de viagem

Conte suas aventuras aqui!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

Isso é um retrocesso, não tem cabimento. Espero que isso não prospere

Bruno Wendling, da Fundtur/MS, sobre o Brasil exigir passaporte para europeus e americanos

Vídeos

Plano de 100 dias do Mtur

Mais Vídeos

Eco Debate

FLÁVIA PACHECO

Novo Código Florestal: avanços e falhas em uma década

ARMANDO ARRUDA LACERDA

O Cangaceiro do Pantanal

IVAN BERGIER, ARMANDO LACERDA E URBANO GOMES PINTO

Taquari: nem rio nem morto, mas o maior megaleque do Pantanal cheio de oportunidades de Compensações Ambientais