segunda, 20 de setembro de 2021
PANDEMIA

PROJETO TORNA ESSENCIAL TURISMO EM BONITO, BODOQUENA E PANTANAL

26 JUN 2021 - 10h46Por REDAÇÃO

Projeto de Lei protocolado na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul pelo deputado Renato Câmara (MDB) reconhece a prática de atividades de ecoturismo de Bonito, Serra da Bodoquena e Pantanal como essenciais durante o período de pandemia do coronavírus. Alguns estados, como Santa Catarina, adotaram a medida em socorro a chamada indústria sem chaminé.

A proposta foi apresentada após o parlamentar se reunir com o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, o presidente do IDB (Instituto de Desenvolvimento de Bonito), Augusto Mariano e com representantes da Atratur (Associação Bonitense de Atrativos Turísticos de Bonito e Região) ABH (Associação Bonitense de Hotelaria),  Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes) e Abaetur (Associação Bonitense de Agências de Turismo).

Durante o encontro, Renato Câmara ouviu as solicitações das entidades e prontamente se propôs a ajudar o setor do turismo, uma das atividades mais impactadas pela pandemia e principal economia de Bonito, além de gerar milhares de empregos.

Mesmo critério

O parlamentar esclarece que o projeto é um pedido da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, da Associação Bonitense de Hotelaria e do Instituto de Turismo. “O Comitê Gestor do Prosseguir autorizou a continuidade das atividades e empreendimentos em unidades de conservação. Os atrativos turísticos em Bonito, Serra da Bodoquena e Pantanal, são similares às unidades de conservação, portanto defendemos que permaneçam abertos”, defendeu.

Deputado e representantes da cadeia produtiva do turismo se reuniram com o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende

Membro da Frente Parlamentar para o Desenvolvimento das Unidades de Conservação, Câmara disse que os atrativos de ecoturismo têm mais infraestrutura para manter distanciamento e protocolos de biossegurança do que as unidades de conservação.   

“Os empreendimentos colocam no mesmo passeio pessoas da mesma família, do mesmo convívio, evitando assim a aproximação de grupos diferentes. É importante dizer que todos os guias e funcionários dos atrativos mantêm os protocolos sanitários”, afirmou. “O setor do turismo já foi extremamente impactado durante a pandemia.”

Agradecimento

Desde o começo da pandemia o trade turístico de Bonito e região trabalhou unido para manter a saúde dos visitantes e colaboradores. O município implantou sete protocolos de biossegurança e ganhou até prêmio internacional de turismo seguro.

Para o presidente do Instituto de Desenvolvimento de Bonito (IDB), Augusto Mariano, o projeto de lei é um momento histórico e agradeceu o deputado por dar apoio ao turismo de Bonito e região, o qual sofreu e ainda vem sofrendo os impactos causados pela covid-19.

“Quero externar meus sinceros agradecimentos ao deputado Renato e ter ele representando a cidade de Bonito na Assembleia Legislativa. Ele entendeu nossas reivindicações com celeridade e protocolou o projeto de lei que vai beneficiar muito nosso setor. Obrigado por sua sensibilidade e rapidez, deputado”, disse Mariano.

Leia Também

Relatos de viagem

Rota das emoções: lugares de ver Deus...

Mais Relatos de Viagem

Megafone

O turista estrangeiro que vier a Bonito e ao Pantanal e não avistar uma arara, uma sucuri, um peixe e uma onça-pintada a gente devolve seu dinheiro

Gilson Machado, ministro do Turismo, em MS

Vídeos

Campanha MS 'Desbravador de Destinos'

Mais Vídeos

Eco Debate

MANOEL MARTINS DE ALMEIDA

Os incêndios no Pantanal e seu enfrentamento

RENATA FRANCO

Mudanças climáticas vão impactar a vida do brasileiro, muito mais do que se imagina!

ARMANDO ARRUDA LACERDA

Errar é humano, persistir...Loucura ou método?