quarta, 21 de fevereiro de 2024
PANDEMIA

PROJETO TORNA ESSENCIAL TURISMO EM BONITO, BODOQUENA E PANTANAL

26 JUN 2021 - 10h46Por REDAÇÃO

Projeto de Lei protocolado na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul pelo deputado Renato Câmara (MDB) reconhece a prática de atividades de ecoturismo de Bonito, Serra da Bodoquena e Pantanal como essenciais durante o período de pandemia do coronavírus. Alguns estados, como Santa Catarina, adotaram a medida em socorro a chamada indústria sem chaminé.

A proposta foi apresentada após o parlamentar se reunir com o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, o presidente do IDB (Instituto de Desenvolvimento de Bonito), Augusto Mariano e com representantes da Atratur (Associação Bonitense de Atrativos Turísticos de Bonito e Região) ABH (Associação Bonitense de Hotelaria),  Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes) e Abaetur (Associação Bonitense de Agências de Turismo).

Durante o encontro, Renato Câmara ouviu as solicitações das entidades e prontamente se propôs a ajudar o setor do turismo, uma das atividades mais impactadas pela pandemia e principal economia de Bonito, além de gerar milhares de empregos.

Mesmo critério

O parlamentar esclarece que o projeto é um pedido da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, da Associação Bonitense de Hotelaria e do Instituto de Turismo. “O Comitê Gestor do Prosseguir autorizou a continuidade das atividades e empreendimentos em unidades de conservação. Os atrativos turísticos em Bonito, Serra da Bodoquena e Pantanal, são similares às unidades de conservação, portanto defendemos que permaneçam abertos”, defendeu.

Deputado e representantes da cadeia produtiva do turismo se reuniram com o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende

Membro da Frente Parlamentar para o Desenvolvimento das Unidades de Conservação, Câmara disse que os atrativos de ecoturismo têm mais infraestrutura para manter distanciamento e protocolos de biossegurança do que as unidades de conservação.   

“Os empreendimentos colocam no mesmo passeio pessoas da mesma família, do mesmo convívio, evitando assim a aproximação de grupos diferentes. É importante dizer que todos os guias e funcionários dos atrativos mantêm os protocolos sanitários”, afirmou. “O setor do turismo já foi extremamente impactado durante a pandemia.”

Agradecimento

Desde o começo da pandemia o trade turístico de Bonito e região trabalhou unido para manter a saúde dos visitantes e colaboradores. O município implantou sete protocolos de biossegurança e ganhou até prêmio internacional de turismo seguro.

Para o presidente do Instituto de Desenvolvimento de Bonito (IDB), Augusto Mariano, o projeto de lei é um momento histórico e agradeceu o deputado por dar apoio ao turismo de Bonito e região, o qual sofreu e ainda vem sofrendo os impactos causados pela covid-19.

“Quero externar meus sinceros agradecimentos ao deputado Renato e ter ele representando a cidade de Bonito na Assembleia Legislativa. Ele entendeu nossas reivindicações com celeridade e protocolou o projeto de lei que vai beneficiar muito nosso setor. Obrigado por sua sensibilidade e rapidez, deputado”, disse Mariano.

Leia Também

Relatos de viagem

A decoada, o armau e história de pescador no Pantanal do Nabileque

Mais Relatos de Viagem

Megafone

O fogo tem devastado as unidades de conservação do Pantanal, porém as Ongs culpam os vizinhos pantaneiros. E ai MP?

Silvio de Andrade, jornalista

Vídeos

Esportes radicais: calendário de 2024

Mais Vídeos

Eco Debate

ZECA CAMARGO

Dentro da Terra, dentro de mim

Silvio de Andrade

Desembaraçando pantaneiros dos antropizadores 

AFONSO CELSO VANONI DE CASTRO

"Ameaças são naturais, desastres não"