sexta, 14 de maio de 2021
MERCADO

Projeto do Bonito CVB para fomento ao turismo é aprovado

23 NOV 2020 - 06h20Por REDAÇÃO

O projeto "Ações de promoção, divulgação e apoio à comercialização dos destinos e produtos turísticos da Rota Pantanal-Bonito-Serra da Bodoquena", elaborado pelo Bonito Convention & Visitors Bureau (CVB) , foi aprovado em edital da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur).

O projeto a ser desenvolvido em 2021 será contemplado com recursos para a realização de ações de comercialização de pacotes turísticos no Shopping Campo Grande, com o intuito de estimular o aumento de fluxo turístico e valorizar a população sul-mato-grossense que, durante a pandemia, busca destinos próximos à sua cidade de origem.

" Esse apoio vem em ótima hora pois estamos em um período de retomada das atividades turísticas e essa injeção de apoio do Governo do Estado para essas ações de marketing vai dar um gás para começarmos o ano de 2021 com o pé direito”, afirma Rodrigo Coinete, presidente do Bonito CVB.

Foco no mercado

Segundo o dirigente, com material de marketing de qualidade e com ações de comercialização a estratégia foca o cliente final para mostrar as belezas naturais do nosso Estado. “O intuito é atrair turistas para nossas empresas de turismo garantindo, assim, a manutenção dos empregos no setor", diz ele.

"O Bonito Convention Bureau – finaliza Coinete - está muito feliz por ter sido contemplado com este edital. Agradecemos mais uma vez a confiança da Fundação de Turismo e pelo Governo de Mato Grosso do Sul em nossa associação."
Estão contemplados no projeto os seguintes municípios: Bonito, Bodoquena, Jardim, Corumbá, Porto Murtinho, Aquidauana e Miranda. 

"Todo o material será feito em parceria com os destinos e o trade local para que a gente faça ações focadas no mercado e que gere resultado para a cadeia turística da rota Pantanal- Bonito- Serra da Bodoquena" , explica o presidente do Bonito CVB.

Leia Também

Relatos de viagem

Conte sua aventura aqui!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

O olhar mais cego que existe é quem olha para a preservação ambiental e não enxerga os indígenas como guardiões da floresta

Marcos Palmeira, ator e ambientalista

Vídeos

Morro do Azeite Ecolodge, Miranda MS

Mais Vídeos

Eco Debate

JOÃO GUILHERME SABINO OMETTO

Política ambiental é decisiva para o País

ARMANDO ARRUDA LACERDA

A vaca foi pro brejo?

JEANINE PIRES

5 novas ideias do que pode mudar no turismo