terça, 20 de abril de 2021
NATUREZA

Fundtur mira Piraputanga como produto de ecoturismo

08 MAR 2021 - 08h40Por DEBORA BORDIN/REDAÇÃO

O diretor-presidente da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (FundturMS), Bruno Wendling, e o diretor de Desenvolvimento do Turismo, Geancarlo Merighi, visitaram a Estada Parque de Piraputanga (MS-450), recentemente asfaltada pelo Governo do Estado.

Para Bruno Wendling, a região possui um grande potencial turístico por sua beleza natural. “É uma belíssima região em termos de paisagem. Claro que ainda necessita de muita estruturação, especialmente de qualificação de roteiros, melhoria das estruturas e espaços”, afirmou.

“Mas é um belo destino e que tem o diferencial de estar muito próximo da capital, com acesso ao Pantanal por Aquidauana”, acrescentou, enfatizando a inserção da região nas ações da fundação: “Há um fluxo grande de pessoas que vão a Bonito e passam pela região, adotando a Estrada Parque de Piraputanga por sua beleza cênica e isso agrega muito à Rota Pantanal-Bonito.”

Acompanhados pelo secretário de Cultura e Turismo de Aquidauana, Youssef Saliba, a visita da Fundtur teve o objetivo foi identificar o potencial turístico e definir estratégias para o desenvolvimento da região. Eles visitaram algumas propriedades, meios de hospedagem, restaurantes, atrativos e potenciais atrativos do distrito de Piraputanga, em Aquidauana.

Visita técnica da Fundtur vislumbra um novo momento para o turismo de natureza em Aquidauana

Criar produto de coturismo

“Finalizamos a visita técnica no Morro do Paxixi que, apesar de ser um lugar maravilhoso e com uma vista esplêndida, carece de estrutura. O acesso é precário e falta segurança. Conversamos com o município para que identifiquemos as necessidades estruturais e é possível, neste momento, ser necessário limitar a visitação para que viabilizemos ações de melhoria na infraestrutura afim de que o Morro seja realmente um produto de ecoturismo”, salienta Wendling.

Atualmente a região atende muitos sul-mato-grossenses e, segundo o diretor-presidente da fundação, tem potencial para atender o público nacional e até internacional, o que já é feito de forma pontual. Para isso é necessário o apoio do Governo do Estado.

“Os próximos passos para podermos atender aos públicos com qualidade, serão apoios técnico e financeiro, melhoria de alguns roteiros, apoio na formatação de novos produtos e roteiros turísticos, comunicação e marketing para dar condições ao destino de acesso ao mercado e, não menos importante, fortalecimento da governança local”, adiantou.

Paredões de arenito ao lado da estrada guardam recursos naturais ainda intocáveis e registros de civilizações indígenas. Foto: Chico Ribeiro

Estrada Parque Piraputanga

A Estrada Parque de Piraputanga faz parte da região turística Pantanal e possui uma beleza cênica singular. Propício para atividades como passeio de bike, observação de pássaros e trekking, o local tem 42,5 quilômetros entre os municípios de Aquidauana e Dois Irmãos do Buriti (Palmeiras), com acesso pela BR-262, a 82 km de Campo Grande.

Definida como Área de Proteção Ambiental (APA), a estrada corta parte da Serra de Maracaju, passando por vários morros, entre eles o do Chapéu e do Paxixi, que podem ser avistados de vários ângulos por quem passeia pelo local. Banhada pelo Rio Aquidauana, a região atrai pescadores e a prática de canoagem.

Leia Também

Relatos de viagem

Conte sua aventura aqui!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

A força não provém da capacidade física. Provém de uma vontade indomável

Mahatma Gandhi

Vídeos

Programa Pesca & Amizade, com Marun

Mais Vídeos

Eco Debate

ARMANDO ARRUDA LACERDA

Páscoa 2021 no Pantanal

MÁRIO WILLIAM ESPER

Abundância de água, escassez de investimentos

MANOEL MARTINS DE ALMEIDA

Uma realidade vergonhosa