segunda, 20 de setembro de 2021
NO MS

Fundtur destaca os pilares da nova fase de promoção turística

28 SET 2019 - 10h17Por PEDRO MENEZES/Mercado & Eventos

Maior conectividade, trabalho de promoção cada vez maior e de forma mais assertiva, focar em quatro grandes segmentos de demanda turística e reduzir o número de municípios do mapa turístico de Mato Grosso do Sul. 

Estes são os pilares que sustentam a nova fase da Fundação de Turismo do Estado (Fundtur-MS), presidida por Bruno Wendling, agora também presidente do Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes do Turismo (Fornatur), todos detalhado em entrevista ao M&E durante a Expo Abav 2019, realizada en São Paulo.

“Estamos colocando o produto Mato Grosso do Sul na prateleira dos operadores. Estamos abrindo o portfólio e focando quatro segmentos de demanda, sendo o Ecoturismo que nos move. Vamos comunicá-lo de forma diferente para públicos diferentes, como casais, jovens, famílias e a melhor idade. Haverá uma conversa segmentada para uma mesma oferta de produtos”, disse Bruno Wendling.

“Além do Ecoturismo, temos o birdwatching em dez destinos e parcerias para envelopar estes novos produtos, além do Trekking e da Pesca Esportiva”, completa.

MAPA REAL

A forma como atua em feiras nacionais e internacionais também mudou. 

“Entendemos o que é a feira na promoção de um estado, estratégico para lançar nossos produtos, campanhas e tecnologias, como a realidade aumentada aqui na Abav Expo com lançamento das Cavalgadas Pantaneiras no ano passado. Há portanto toda uma nova estratégia de promoção e imagem do destino, além do apoio de imagem e comercialização”, disse Bruno.

Conectividade e redução do número de municípios turísticos são outros assuntos abordados pelo presidente do Fundtur-MS. 

“Desde o começo de 2018 estamos em articulação para captar empresas e conseguimos avanços, como os voos Guarulhos-Bonito, que queremos tornar regular, o que depende da liberação das low-costs”, disse Bruno. 

“Por outro lado, o Investe Turismo já começou a criar frutos, com uma promoção mais contínua, além de termos conseguido reduzir o número de municípios turísticos para 42, o que ainda não é o ideal. Queremos chegar a 30 municípios turísticos, o que se aproximaria do mapa real”, finalizou Wendling.

Leia Mais:

www.mercadoeeventos.com.br

Leia Também

Relatos de viagem

Rota das emoções: lugares de ver Deus...

Mais Relatos de Viagem

Megafone

O turista estrangeiro que vier a Bonito e ao Pantanal e não avistar uma arara, uma sucuri, um peixe e uma onça-pintada a gente devolve seu dinheiro

Gilson Machado, ministro do Turismo, em MS

Vídeos

Campanha MS 'Desbravador de Destinos'

Mais Vídeos

Eco Debate

MANOEL MARTINS DE ALMEIDA

Os incêndios no Pantanal e seu enfrentamento

RENATA FRANCO

Mudanças climáticas vão impactar a vida do brasileiro, muito mais do que se imagina!

ARMANDO ARRUDA LACERDA

Errar é humano, persistir...Loucura ou método?