segunda, 04 de julho de 2022
SELVA URBANA

Filhote de onça atropelado não resiste aos ferimentos

23 JUN 2022 - 13h07Por SILVIO DE ANDRADE

Filhote de onça-pintada atropelado na rodovia estadual Ramão Gomes, que demanda à fronteira de Corumbá com a Bolívia, não resistiu aos ferimentos e morreu durante atendimento por veterinários do IHP (Instituto do Homem Pantaneiro) e da Fundação Municipal do Meio Ambiente.

Com idade estimada em um ano o animal, uma fêmea, foi atropelado na noite de quarta-feira (22) próximo ao quartel da Polícia Militar Ambiental (Pma), localizado a 1 km do perímetro urbano da cidade. A corporação resgatou a onça após ser acionada porum militar do Exército que passava pelo local.

De acordo com a Pma, “todos os esforços foram feitos, mas infelizmente, ela não resistiu". O filhote apresentava-se muito debilitado, não conseguindo se locomover, e apresentava sangramento nasal e várias fraturas. A onça mãe estaria no Parque Marina Gattass, que fica ao lado da Pma e margeia o Canal do Tamengo.

Jibóia

A Pma de Bonito, destino de ecoturismo, captou uma serpente da espécie Boa constrictor (Jibóia), de um metro de comprimento. no pátio de uma escola situada no Bairro Jardim Andréia, periferia da cidade. O animal não apresentava ferimentos e foi solto no seu habitat (em uma reserva distante da área urbana).

Leia Também

Relatos de viagem

Conte suas aventuras aqui!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

A coragem e a competência com que desafia as forças da natureza, respeitando e tirando dela o seu sustento, faz do pantaneiro um herói brasileiro

Bugre do Chané, Serra do Amolar, Corumbá (MS)

Vídeos

Visit Brazil. A WOW Experience!

Mais Vídeos

Eco Debate

ANDRÉ NAVES

Agro é mais que Pop!

ANDRÉ NAVES

Economia Verde

VICTOR SANTANA

Porque precisamos falar sobre ecoansiedade nas crianças