quarta, 01 de fevereiro de 2023
CORUMBÁ

Fevereiro tem pesca-solte e carnaval no Pantanal

24 JAN 2023 - 09h23Por REDAÇÃO

Embarcar em um dos barcos-hotéis no Porto-Geral de Corumbá por até cinco dias, subindo o Rio Paraguai no sentido Norte, é uma experiência inesquecível que o turista desfruta duplamente: a emoção de fisgar um peixe nobre e brigador, como o dourado, e o vivenciar das belezas naturais do Pantanal em uma região intocável: a mística Serra do Amolar.

A temporada de pesca esportiva abre em 1º de março nos rios de Mato Grosso do Sul, mas já agora, a partir de 1º de fevereiro, a legislação permite a prática da modalidade pesque e solte (apenas) na calha do Rio Paraguai. Momento único para reunir a família ou os amigos e fazer uma incursão por esse paraíso de água e muito verde, de céu estrelado e pôr-do-sol sem igual.

Sim, é possível sonhar em um cruzeiro por água doce, com toda segurança. Corumbá tem a maior estrutura fluvial para a pesca esportiva e passeios - embarcações para 12 a 70 pessoas, com acomodações de qualidade, conforto, piscinas e serviços com excelência. Distante 420 km de Campo Grande, a cidade é conhecida como a Capital do Pantanal, e faz sentido: é o maior município do bioma.

Amolar e Morrinho

Os pacotes de pesca esportiva dos barcos-hotéis, com tudo incluso – bote de alumínio, isca, guia de pesca, combustível, alimentação, hospedagem, bebidas e ainda um sashimi de piranha, feito na hora -, tem como destino a Região da Serra do Amolar, no entorno do Parque Nacional do Pantanal. O barco-hotel navega em águas mansas por 250 km, levando o turista as regiões de maior piscosidade para a prática da pesca esportiva em áreas permitidas.

Outra opção, são os excelentes hotéis e pesqueiros nas margens do rio Paraguai, com conforto e as facilidades para a pratica da pesca esportiva, localizados na região de Porto Morrinho, distante 7 km da ponte sobre o Rio Paraguai (BR 262) e a 70 km de Corumbá. O Hotel Pesqueiro da Odila, associado da ACERT (Associação Corumbaense das Empresas Regionais de Turismo) tem 90 leitos e trabalha com quatro pacotes, que incluem: hospedagem, alimentação completa, barco a motor e guia de pesca.

Pesca e folia

Este ano, serão nove feriados e oito pontos facultativos, entre estaduais e nacionais, um calendário convidativo para preparar a tralha e partir para o Pantanal. Em fevereiro, tem o carnaval (18 a 21), data perfeita: Corumbá realiza o melhor carnaval do interior brasileiro, com desfile de escolas de samba, blocos e cordões. A cidade tem outros atrativos, como o Casario do Porto, museus, a Estrada Parque Pantanal e o monumento Cristo Rei do Pantanal.

O acesso à Capital do Pantanal pode ser feito pela BR-262 ou de avião, a partir de Campo Grande.  A companhia Azul opera aos sábados, em voo saindo da capital, e em cinco dias da semana com a rota Campinas/Corumbá/Campinas. O destino conta com excelente rede hoteleira e gastronômica e a orla portuária oferece lazer e entretenimento, com passeio de barco pelo Rio Paraguai.

Saiba mais:

[email protected]
[email protected]
Pesqueiro da Odila

(Assessoria de Imprensa da Acert)

Leia Também

Relatos de viagem

Conte suas aventuras aqui!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

Quando morre um rio, morremos todos, pois somos parte da humanidade que necessita do ambiente equilibrado

Gilberto Mendes Sobrinho, juiz federal de MS, ao determinar a recuperação do Rio Taquari, em 2013

Vídeos

Parque Ecológico Rio Formoso

Mais Vídeos

Eco Debate

ARMANDO ARRUDA LACERDA

Cerimônia de formatura no Pantanal

JOÃO GUILHERME SABINO OMETTO

Do discurso da COP 27 à prática do agro brasileiro

LARISSA LANDETE

Comunicar sustentabilidade precisa ser uma jornada