quarta, 20 de janeiro de 2021
RALLY DOS SERTÕES

Dunas Race checa últimos detalhes para a prova

30 JUL 2017 - 17h17Por Redação

Diretores-adjuntos da Dunas Race, empresa organizadora do Rally dos Sertões, uma dos maiores competições off road do mundo, estiveram em Coxim, localizada na região turística Rota Norte, para acertar os últimos detalhes da passagem do evento pelo município.

O diretor-geral da Dunas Race, Marcos Moraes, conta que o grupo de sete pessoas em dois veículos está checando a planilha de navegação com o roteiro estabelecido previamente, para verificar as possíveis variáveis que possam ocorrer durante a competição.

“Estamos fazendo todo o roteiro do rally, desde o primeiro dia até o último, levantando todo o percurso, checando se tudo está conforme a planilha, para a navegação dos pilotos. Ao mesmo tempo, estamos vendo a logística da prova, designando os pontos de resgates aero-médicos, aonde as nossas equipes técnicas vão monitorar a segurança na estrada e onde necessitaremos de apoio”, esclarece Moraes.

Neste ano de 2017 o Rally dos Sertões terá largada em Goiânia (GO), no dia 20 de agosto, e chegada em Bonito (MS), no dia 26 de agosto, percorrendo 2.793 quilômetros percorridos em Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. O roteiro ainda não foi divulgado, apenas as cidades que as equipes e pilotos terão como base de apoio.

Na economia

Em Mato Grosso do Sul foram escolhidas Coxim, Aquidauana e Bonito. Coxim será o primeiro município sul-mato-grossense a receber a competição, no dia 24 de agosto, data em que uma caravana de aproximadamente 2 mil pessoas entre pilotos, equipes técnicas, familiares e imprensa nacional e internacional deverá chegar.

Marcos ressalta que esta edição é especial, pois serão comemorados 25 anos do Rally dos Sertões e 40 anos da criação do Estado de Mato Grosso do Sul: “Estamos bem animados, pois além de termos um nível técnico fantástico, MS deve receber quase 2 mil pessoas. Certamente esse movimento vai impactar positivamente as áreas de hotelaria, gastronomia, autopeças, combustíveis, entre outras.

A estimativa é de que a competição movimente até R$ 5 milhões na economia estadual. “Essa movimentação econômica será significativa para as cidades e o evento para a população, que terá contato com esse tipo de atividade, com os pilotos, veículos de última geração. É uma competição que, sem dúvidas, faz parte do Brasil, um país gigantesco, e cabe muito bem o cross country nele”, finalizou Moraes.

Em Coxim

A quinta etapa será entre Barra do Garças, no Mato Grosso, e Coxim, em Mato Grosso do Sul. Será o maior deslocamento da prova, com aproximadamente 600 km, o que deve exigir muito do físico e do psicológico dos competidores, explica Du Sachs, diretor técnico da Dunas Race.

“Os competidores chegarão pela avenida Virginia Ferreira e seguirão para a área de boxes, na sede campeira do Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Sentinela do Pantanal. Lá as equipes estarão alocadas e receberão a visitação do público interessado em conhecer um pouco da rotina de pilotos e mecânicos”, explica Sachs.

Equipes técnicas e familiares acompanham os pilotos, formando uma caravana em caminhonetes, carretas, motor homes, motocicletas e ônibus. A prefeitura de Coxim está preparando uma programação especial para a que a população possa celebrar com esses visitantes essa importante data.

Leia Também

Relatos de viagem

Conte sua aventura aqui!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

A natureza não negocia e a física não faz acordos

Greta Thunberg, ao Parlamento Europeu

Vídeos

Barco-hotel Vip: pesca no Pantanal

Mais Vídeos

Eco Debate

ORLANDO DE SOUZA

A real paz de que o Turismo precisa

CAIO PENIDO

Os Serviços Ambientais e o Pacto AgroAmbiental

MANOEL MARTINS DE ALMEIDA

Pertencimento é pertencer ao Pantanal!