terça, 26 de janeiro de 2021
VOTE

Bruno Wendling concorre a Prêmio Nacional de Turismo

27 NOV 2019 - 20h28Por SÍLVIO DE ANDRADE

Com uma gestão relevante à frente da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur), o turismólogo Bruno Wendling foi novamente indicado entre os cinco finalistas do Prêmio Nacional de Turismo, na categoria “Governo – Dirigente e Parlamentares”, em votação aberta pela internet. O turismo do Estado ganhou uma nova dinâmica com a atual diretoria da fundação, que vem focando a qualificação dos destinos e novos atrativos.

A definição do Mapa Turístico de Mato Grosso do Sul, em dois anos, também mostrou o comprometimento do diretor-presidente com o segmento, trabalhando para prevalecer o critério técnico sobre a política para redesenhar os principais destinos do Estado. Os municípios foram reduzidos e o turismo ganhou destinos potenciais e com maior estrutura para garantir bons serviços e atrativos aos visitantes.

Em setembro, Bruno Wendling foi eleito novo presidente do Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo (Fornatur), para o próximo biênio. Para os secretários que aprovaram a chapa, a escolha se deu pela sua experiência na área, em junção com a ação política do seu vice, Otavio Leite, secretário de Turismo do Rio de Janeiro. 

Votação popular

Até o próximo dia 1º de dezembro a população pode reconhecer e valorizar os representantes que atuaram de forma proativa para o desenvolvimento do setor nos últimos 24 meses. Os internautas poderão escolher entre os finalistas de oito categorias: Academia, Gestores e Técnicos, Dirigentes e Parlamentares, Empreendedores de Médio e Grande, ONGs, Imprensa, Mídias Sociais e Micro e Pequeno Empreendedores. Vote aqui.

Em sua primeira edição, realizada em 2018, o Prêmio Nacional do Turismo consagrou sete iniciativas entre 208 projetos habilitados, que contribuíram para o fortalecimento do mercado de viagens. Também foram reconhecidos cinco profissionais com atuação destacada na área, que venceram a disputa com outros 24 finalistas, num total de 44,2 mil avaliações.

Para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, o Prêmio Nacional do Turismo é uma grande oportunidade para reconhecer projetos e profissionais e fomentar o setor.

“É de fundamental importância realizarmos essa festa do turismo brasileiro para aqueles que ajudam o setor a ser uma mola propulsora da economia do nosso país. Estou certo de que essa valorização vai servir de inspiração para fortalecer o turismo e transformar nossa potencialidade em resultados reais”, afirmou. 

Fundtur concorre

O Ministério do Turismo divulgou o resultado preliminar dos finalistas selecionados entre as Iniciativas de Destaque do Prêmio Nacional de Turismo. Ao todo, 33 projetos de vários estados do Brasil foram escolhidos em 11 categorias. A Fundação de Turismo de MS foi selecionada na categoria Gestão de Dados e Monitoramento no Turismo (Programa de Classificação Turística dos Municípios).

Os vencedores das Iniciativas de Destaque são escolhidos por uma comissão julgadora. A cerimônia de premiação será realizada em 4 de dezembro, em Belo Horizonte (MG). Conheça os 33 selecionados aqui. O Prêmio Nacional do Turismo tem por objetivo reconhecer iniciativas do turismo e profissionais que tenham inovado ou trabalhado de forma proativa para o desenvolvimento do setor.

As Iniciativas de Destaque vão premiar projetos que contribuíram de forma significativa para o turismo brasileiro e que tenham sido implementadas por entes públicos, privados ou do terceiro setor nos últimos 24 meses.

Além do reconhecimento, o objetivo é divulgar e replicar tais iniciativas em outros destinos brasileiros, como forma de contribuir para melhorar as condições do turismo em seus territórios, gerando engajamento e atuando em benefício do desenvolvimento do setor.

Leia Também

Relatos de viagem

Conte sua aventura aqui!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

A natureza não negocia e a física não faz acordos

Greta Thunberg, ao Parlamento Europeu

Vídeos

Barco-hotel Vip: pesca no Pantanal

Mais Vídeos

Eco Debate

ORLANDO DE SOUZA

A real paz de que o Turismo precisa

CAIO PENIDO

Os Serviços Ambientais e o Pacto AgroAmbiental

MANOEL MARTINS DE ALMEIDA

Pertencimento é pertencer ao Pantanal!