segunda, 18 de janeiro de 2021
EM JUNHO

Bonito sediará o maior congresso de espeleologia

Evento será realizado pela primeira vez em Mato Grosso do Sul

26 DEZ 2018 - 09h09Por REDAÇÃO

Em junho de 2019, dias 19 a 22, Bonito (MS) sediará o 35° Congresso Brasileiro de Espeleologia, pela primeira vez em Mato Grosso do Sul, com o tema “Cavernas, carste e água para os próximos 50 anos”.

A confirmação saiu de uma reunião na Secretaria de Turismo de Bonito (Sectur) entre Jocy Brandão, presidente do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Cavernas (CECAV), do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Lívia Medeiros Cordeiro, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Espeleologia (SBE) e Marcelo Gil da Silva, diretor de Turismo do município.

A Prefeitura de Bonito, através da Secretaria de Turismo, com apoio das demais secretarias e do Bonito Convention & Visitors Bureau tem apoiado a captação e realização de eventos no município, no intuito de aumentar o fluxo turístico e proporcional a expansão de trabalho e renda, em parceria com o setor empresarial, para consolidar o destino, que já é referência em ecoturismo internacionalmente, como também um destino de eventos.

A Sociedade Brasileira de Espeleologia comemora 50 anos em 2019 e pretende realizar o congresso com a estimativa de 350 participantes, além de também contar com a inscrição dos guias de turismo de Bonito e região.

“Será o maior congresso”

Abaixo, texto de chamamento publicado por Lívia Medeiros Cordeiro, vice-presidente da SBE, e Allan Calux e Thadeu Pietrobon, coordenadores da sessão de eventos da entidade:

“A decisão não foi fácil, mas após longa e criteriosa análise, Bonito/MS foi escolhida para sediar a realização do 35° Congresso Brasileiro de Espeleologia, que será organizado pelo GESB – Grupo de Espeleologia da Serra da Bodoquena. Com o tema “Cavernas, carste e água para os próximos 50 anos”, os organizadores propõem uma reflexão acerca da preservação a longo prazo do patrimônio espeleológico, com foco especial nos sistemas cársticos e nas áreas de Cerrado, um dos biomas brasileiros mais ameaçados.

Marcelo Gil da Silva, da Sectur; Jocy Brandão, do CECAV/ICMbio; e Livia Cordeiro, da SBE

O evento celebrará também o aniversário de 50 anos de fundação da Sociedade Brasileira de Espeleologia – SBE, e Bonito parece ser o cenário ideal para esta comemoração. Apesar da distância em relação as principais capitais do país, um grande esforço está sendo feito no sentido de promover facilidades logísticas, como a disponibilização de transporte partindo das principais universidades brasileiras.

Uma possível parceria entre a SBE e o Centro de Pesquisa e Conservação de Cavernas – CECAV, já sinaliza um importante aporte de recursos, o que reduzirá drasticamente os valores de inscrição. Em relação a hospedagem, já se encontra em negociação parcerias com os principais hotéis, pousadas e campings da região.

A ideia é mobilizar a comunidade espeleológica de todas as regiões e promover encontros e reencontros de espeleólogos de todas as gerações, uma grande festa, digna do meio século de atividades da SBE. Cientistas, desportistas à entusiastas, todos terão espaço nesse congresso, que pretende explorar a multidisciplinaridade da espeleologia.

Também será objetivo de discussão os avanços e desafios do espeleoturismo e do espeleomergulho, como forma de proteção das cavernas brasileiras e seus sistemas subterrâneos. Um site exclusivo para o congresso está sendo elaborado e, em breve, trará informações atualizadas sobre transporte, hospedagem, programação, instruções para submissão de trabalhos, etc.

Este será o maior evento brasileiro de espeleologia de todos os tempos, organize-se, participe!”

Leia Também

Relatos de viagem

Conte sua aventura aqui!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

A natureza não negocia e a física não faz acordos

Greta Thunberg, ao Parlamento Europeu

Vídeos

Barco-hotel Vip: pesca no Pantanal

Mais Vídeos

Eco Debate

ORLANDO DE SOUZA

A real paz de que o Turismo precisa

CAIO PENIDO

Os Serviços Ambientais e o Pacto AgroAmbiental

MANOEL MARTINS DE ALMEIDA

Pertencimento é pertencer ao Pantanal!