quarta, 21 de fevereiro de 2024
PORTO FOLIA

Blocos animam noite de disputa e muita alegria na fronteira

12 FEV 2024 - 10h39Por SILVIO DE ANDRADE

O domingo de carnaval do Porto Folia levou para a Praça de Eventos toda a irreverência e alegria dos murtinhense, expressando por meio da folia o reviver e a autoestima de uma cidade que se prepara para ser o portal da Rota Bioceânica – centro do hub logístico que movimentará o comércio internacional entre os oceanos Atlântico e Pacífico. O desfile dos blocos carnavalescos foi o ponto alto dos festejos resgatados pela prefeitura de Porto Murtinho.

A participação das agremiações no carnaval local é recente, com a retomada do evento pelo município motivando os foliões a se organizarem para brincar de forma festiva e harmônica a passagem do reinado momesco na fronteira sudoeste. Com a secretaria municipal de Turismo abrindo um concurso para a escolha do melhor bloco, os carnavalescos prepararam uma grande apresentação, que surpreendeu o público pela beleza das fantasias e o alto astral.

 

“O desfile dos blocos foi realmente emocionante, mostrando que os murtinhense estão motivados e com as esperanças renovadas com esse novo momento que a cidade vive”, disse o prefeito Nelson Cintra. Para o secretário de Turismo, Clayton Castilho, Porto Murtinho está demonstrando seu potencial para grandes eventos, como o carnaval. “O desfile foi um sucesso, uma competição acirrada, porém num clima saudável, que fez toda a diferença”, comentou.

Alegria contagiante

O Porto Folia terá quatro noites de carnaval – 10 a 13 de fevereiro – e a programação organizada pela prefeitura conta com o apoio do Governo do Estado. A festa está sendo animada por grandes atrações nacionais e regionais, como os grupos Thimbahia e Resenha do Play, as cantoras Paolla e Regina Bombom, a banda Lilás e o cantor Deny Graciano, além dos pratas da casa (Axé Mix, Pagode de Vila, Negrolô e os djs Picto, JK e Douglas Cabral.

 

No concurso dos blocos, realizado na noite de domingo para a madrugada de segunda-feira, a prefeitura foi contemplada também com recursos da Lei Paulo Gustavo, destinando uma premiação de R$ 11 mil para os três primeiros colocados. Os blocos proporcionaram um desfile grandioso, com muita criatividade: alas, pequenos carros-alegóricos, bonecões, abre-alas homenageando a construção da ponte bioceânica sobre o Rio Paraguai e uma alegria contagiante na arena.

O bloco vencedor foi o Sarambi (“tudo bagunçado”, em guarani), fundado em agosto deste ano, com 114 pontos. Campeão do ano passado, o bloco Alô Nasa, em atividade há dois anos, ficou com o segundo lugar, com 112 pontos. Na terceira colocação, o bloco Farofa Jiboião, com 103 pontos. E na última colocação, com uma apresentação especial, o bloco denominado Ka'uregua ndoikei (“Estou bêbado, posso tudo”, em guarani), de Carmelo Peralta (Paraguai).

A programação para esta segunda-feira é a seguinte: a partir das 21h, se apresentarão o Dj Picto, Axé Mix, cantor Negrolô, Dj JK, Banda Lilás e Thimbahia.
 

Leia Também

Relatos de viagem

A decoada, o armau e história de pescador no Pantanal do Nabileque

Mais Relatos de Viagem

Megafone

O fogo tem devastado as unidades de conservação do Pantanal, porém as Ongs culpam os vizinhos pantaneiros. E ai MP?

Silvio de Andrade, jornalista

Vídeos

Esportes radicais: calendário de 2024

Mais Vídeos

Eco Debate

ZECA CAMARGO

Dentro da Terra, dentro de mim

Silvio de Andrade

Desembaraçando pantaneiros dos antropizadores 

AFONSO CELSO VANONI DE CASTRO

"Ameaças são naturais, desastres não"