sexta, 18 de junho de 2021
CONSERVAÇÃO

Rios Betione e Salobra terão maior controle ambiental

05 MAI 2021 - 11h26Por REDAÇÃO

O Governo de Mato Grosso do Sul ampliou a atuação da Câmara Técnica de Conservação de Solo e Água, vinculada à Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) e que tem como atribuição a emissão de pareceres e de recomendações técnicas acerca do Projeto Técnico de Manejo e de Conservação de Solo e Água nas áreas de contribuição das bacias hidrográficas dos rios da Prata e Formoso, nos municípios de Jardim e Bonito.

Com o decreto nº 15.661, de 4 de maio de 2021, publicado nesta quarta-feira (5) no Diário Oficial do Estado e assinado pelo governador Reinaldo Azambuja e o secretário Jaime Verruck, da Semagro, foram incluídas as áreas de contribuição das bacias hidrográficas dos rios Betione e Salobra, localizadas nos municípios de Bodoquena, Jardim, Bonito e Miranda, na rotina de apresentação de Projeto Técnico de Manejo e de Conservação de Solo e Água para implantação de atividades que demandem de mecanização do solo.

“A partir de agora, a Câmara Técnica de Conservação de Solo e Água também vai avaliar projetos de manejo para conservação do solo e água de propriedades rurais localizadas nessas bacias hidrográficas. Essa era uma demanda das prefeituras e que tem por objetivo a harmonização das atividades econômicas da região, com ganhos de sustentabilidade para agricultura, pecuária e principalmente o turismo”, comenta o secretário Jaime Verruck.

Declaração ambiental

Conforme o decreto nº 15.661, o Projeto Técnico de Manejo e de Conservação de Solo e Água é a condição para obtenção de declaração ambiental pelos proprietários rurais interessados em realizar ações de mecanização de solo nas áreas de contribuição das Bacias Hidrográficas dos rios Betione, Formoso, da Prata e Salobra, nos municípios de Bodoquena, Jardim, Bonito e Miranda.

As ações de mecanização de solo compreendem qualquer tipo de operação, como aração, gradagem, subsolagem, entre outras, seja para renovação ou recuperação de pastagens e implantação de lavouras perenes ou temporárias e de outras atividades de movimentação de solo.

A Câmara Técnica integra o Programa Estadual de Conservação do Solo e Água e é composta por representante e suplente da Semagro, Agraer, Imasul, Agesul, Famasul, Fundação MS, Embrapa, Prefeitura Municipal de Jardim, Prefeitura Municipal de Bonito.

Leia Também

Relatos de viagem

Rota das emoções: lugares de ver Deus...

Mais Relatos de Viagem

Megafone

Justificar tragédias como “vontade divina” tira da gente a responsabilidade por nossas escolhas.

Umberto Eco

Vídeos

Bonito, em 51 segundos!

Mais Vídeos

Eco Debate

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA BLOGS DE VIAGEM

Como os blogueiros de viagem se adaptaram à pandemia

JOÃO GUILHERME OMETTO

Potencial e barreiras à emissão dos títulos verdes

BRUNO WENDLING

Como desenvolver um destino de Ecoturismo Responsável