segunda, 19 de abril de 2021
UFOLOGIA

Aventura em um dos lugares mais energéticos da América do Sul

Cerro Uritorco, onde os avistamentos de discos voadores são frequentes e impressionantes

27 DEZ 2018 - 17h12Por SÍLVIO ANDRADE (*)

O editor da Revista UFO, jornalista e ufológo Ademar José Gevaerd (ou simplesmente A. J. Gevaerd, como se identifica) anunciou sua viagem - compartilhada em grupo - de exploração ufoarqueológica ao Cerro Uritorco, na Argentina, considerado um dos lugares mais energéticos da América do Sul. A aventura está programada para 10 a 15 de abril, partindo de São Paulo.

A viagem é para apenas 30 pessoas e terá duração de seis dias. Nela haverá visita a áreas de grande incidência de avistamentos de discos voadores, uma vigília ufológica, cerimônia de temazcal e ainda caminhadas por morros místicos da região, oportunidade para conhecer as tradições indígenas e outros incríveis mistérios do passado.

Paranaense de Maringá, Gevaerd, 56, morou por algum tempo em Campo Grande, quando era professor de Química, e passou a dedicar-se à ufologia, dentre outras influências, depois do fenômeno ocorrido no Estádio Morenão, durante uma partida de futebol, em 1982. Na ocasião, foi avistado um objeto em forma de charuto com luzes em cada extremidade sobrevoando o local, causando princípio de tumulto nas arquibancadas.

De professor a estudioso do tema

UFO, a mais antiga publicação sobre ufologia do mundo, com 35 anos de existência, é gerenciada em Campo Grande e editada em Curitiba (PR), onde o editor reside atualmente. Com centenas de investigações de campo realizadas no Brasil e no exterior, além de palestras proferidas em cerca de 60 países, Gevaerd se dedica a analisar a presença e a ação extraterrestre em nosso planeta e difundir suas descobertas para a sociedade.

Gevaerd morou em Campo Grande e se tornou uma das maiores autoridades em ufologia no mundo

Ele é presidente do Centro Brasileiro de Pesquisas de Discos Voadores (CBPDV), fundador da Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU) e diretor nacional da Mutual UFO Network (MUFON). É coordenador do Instituto Brasileiro de Exopolítica (IBEXO) e presença frequente no History Channel. Tem viajado o mundo para investigar as abundantes evidências ufoarqueológicas, investigar casos de contato com ETs e as mensagens dos agroglifos. Já publicou 20 livros sobre diferentes temas.

Segundo artigo do ufólogo argentino Gustavo Fernández, em UFO, “Uritorco é uma base de Ufos, entrada da cidade intraterrena de Erks — uma suposta cidade que existiria embaixo do Monte Uritorco —, paraíso de duendes e elfos, chacra energético do planeta Terra, portal para outras dimensões e destino recorrente de um crescente turismo místico. A região é recheada de mistérios e segredos.”

Janela para outras dimensões

Prossegue o autor: “Como é de conhecimento geral, montanhas e cavernas se destacam entre todos os povos como sendo locais propícios para meditações, curas e rituais de elevação espiritual. Há, claro, um forte traço antropológico em tudo isso, mas é muito reducionismo imaginar que tais locais não tenham algo de diferente ou que guardem segredos que desconhecemos. Uma dessas montanhas especiais é o Uritorco, que se situa próximo de Córdoba, em uma região conhecida como Valle de Punilla, a 100 km da capital argentina.

A montanha, que no passado foi considerada sagrada pela etnia Henia Kamiare, se ergue, magnífica, a 1.960 m sobre o nível do mar, junto ao que já foi uma empoeirada aldeia serrana e hoje é uma próspera cidade, Capilla del Monte. A área foi, durantes anos, apenas um silencioso destino turístico para recém-casados, aposentados e empregados que aproveitavam as tarifas econômicas de suas colônias de férias.

Avistamento de objeto não identificado durante expedição ao morro, imagem captada pela câmera de um visitante

Isso tudo mudou em janeiro de 1986, quando surgiu uma enorme marca que seria proveniente da aterrissagem de um Ufo em um morro a poucos quilômetros do Uritorco. O fato de as autoridades locais terem abraçado a teoria ufológica do sinal colocou Capilla del Monte e o Uritorco em primeiro plano nos meios de comunicação, primeiramente nacionais e, com o tempo, internacionais.

Mas a notícia sobre o suposto pouso fez mais do que colocar a região no mapa: ela levou dezenas de milhares de caçadores de discos voadores à Capilla, para tentarem estabelecer contatos de fim de semana, inclusive este que vos escreve. Nos anos 90, explodiu a especulação imobiliária, quando grupos crescentes de cidadãos optaram por abandonar suas cidades e se radicarem ali, na bela paisagem serrana.”

A viagem fascinante com Gevaerd

Há incontáveis locais em todo o planeta que têm forte conexão com presença alienígena na Terra. São regiões que seres extraterrestres visitaram no passado e ainda visitam no presente, e pontos onde, na Antiguidade, conviveram com nossos antepassados.

Muitos destes locais estão em países da América do Sul e da Europa, a exemplo do Cerro Uritorco, onde há exuberantes sítios ufoarqueológicos, e Avebury, na Inglaterra, onde os agroglifos se manifestam ano após ano há mais de quatro décadas, indicando ali a presença de uma inteligência milenar ligada à humanidade. A meta é conhecer estas áreas tão especiais mundo afora.

O grupo de Gevaerd partirá do Aeroporto de Guarulhos (SP), com destino a Córdoba. O traslado de cerca de uma hora será feito em vans particulares e confortáveis à cidade de Capilla de Monte, hospedando-se no Hotel Kuntur, considerado um dos mais confortáveis da cidade. Cafés da manhã e jantares no local incluídos na hospedagem e no pacote. Os almoços em Capilla del Monte são por conta de cada participante. 

Avistamentos de OVNs são frequentes na região

As viagens com o editor da Revista UFO têm por objetivo compartilhar com os participantes a visita, a exploração e a investigação de locais, monumentos e situações ligadas à milenar presença extraterrestre em nosso planeta. Gevaerd viaja a estes locais em todo o mundo rotineiramente para fazer seu trabalho de jornalista investigativo e editor de uma respeitada publicação nacional de Ufologia.

Seus seguidores e leitores sempre pediram para acompanhá-lo nestas jornadas, mas não havia estrutura adequada para viagens conjuntas. Isso foi agora superado, possibilitando que muitos destinos de interesse ufológico estejam ao alcance de todos. Acompanha a expedição o ufólogo Gustavo Fernández, escritor, investigador paranormal e ufólogo.

Explorando os agroglifos e a Amazônia

Outras duas expedições com o ufólogo Gevaerd estão programas para 2019. De 13 a 31 de julho, acontecerá a viagem aos agroglifos ingleses. Antes conhecidos como círculos ingleses, esses fenômenos vêm encantando o mundo há cinco décadas pela beleza das formações que todos os anos surgem nos campos com plantações de grãos, especialmente da região de Wiltshire, na Inglaterra.

O que se tem como certo é que os agroglifos são causados de forma intencional por uma força inteligente e não terrestre, como objetivo de servirem de alguma forma de comunicação. Nesta viagem à Wiltshire, o editor da Revista UFO se reunirá com o brasileiro residente na Inglaterra Newton Rampasso e com o pesquisador britânico Gary King, ambos considerados autoridades internacionais sobre o tema dos agroglifos.

A viagem também explorará sítios arqueológicos exuberantes, como Stonehenge, Avebury e Rollright Stones, e se estenderá por locais de interesse histórico e cultural, com palestras e muitas informações. Os dois últimos dias da viagem, que durará uma semana, serão em Londres.

Depois de Uritorco, os destinos são os agroglifos e a Amazônia

No período de 21 a 26 de agosto, o destino é a Amazônia, um dos locais de maior incidência ufológica do mundo. Nos estados que compõem a vasta região é comum ouvirmos testemunhos de ocorrências de avistamentos de discos voadores e de sondas ufológicas, além do contato rotineiro com seus tripulantes e até casos de abduções alienígenas.

São os ribeirinhos dos rios amazônicos os mais incríveis informantes desta realidade. Conversar com eles em suas casas ao longo de locais como a Ilha de Colares, no Pará, e Rio Negro, na Amazônia, é encher-se de emoção com ricos relatos. Os dois locais citados são áreas de muita ação de extraterrestres e ambos foram cenários da maior onda ufológica da história, que culminou com a Operação Prato, promovida pela Aeronáutica em 1977.

Nesta viagem, a expedição navegará em uma embarcação pelo Rio Negro desde Manaus até o Arquipélago de Anavilhanas, parando para conversar com ribeirinhos e colher suas histórias.

Veja mais: viajecomgevaerd.com.br

* Com informações da Revista UFO

Leia Também

Relatos de viagem

Conte sua aventura aqui!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

A força não provém da capacidade física. Provém de uma vontade indomável

Mahatma Gandhi

Vídeos

Programa Pesca & Amizade, com Marun

Mais Vídeos

Eco Debate

ARMANDO ARRUDA LACERDA

Páscoa 2021 no Pantanal

MÁRIO WILLIAM ESPER

Abundância de água, escassez de investimentos

MANOEL MARTINS DE ALMEIDA

Uma realidade vergonhosa