terça, 27 de setembro de 2022

ISO 20121 e o compromisso sustentável do Rock in Rio

30 AGO 2022 - 12h19Por ALESSANDRA GASPAR COSTA

A aguardada 9ª edição brasileira do Rock in Rio acontece em poucos dias. Mais do que sua grandiosidade como evento de música e entretenimento, o evento carrega também um compromisso com a sustentabilidade e o meio ambiente, com 80% de todo o lixo gerado tendo sido reciclado. O Rock in Rio foi o primeiro festival da América Latina e um dos primeiros do mundo a ser certificado com a ISO 20121-- Sistema de Gestão de Eventos Sustentáveis.
 
A norma internacional ISO 20121 fornece uma estrutura para identificar, reduzir e eliminar os impactos negativos de eventos, nas esferas ambiental, social e econômica, como a geração de grandes volumes de resíduos, desperdício de materiais, consumos excessivos (água e energia) e problemas para as comunidades envolvidas. Ao mesmo tempo maximiza os impactos positivos, trazendo benefícios públicos, comunitários e econômicos.
 
Por meio do projeto Por Um Mundo Melhor, diversas ações sociais e ambientais são promovidas pela organização do Rock in Rio e, anualmente, são apoiadas mais de 200 entidades que beneficiam diretamente mais de 56 mil pessoas. A edição deste ano prevê a criação de cerca de 28 mil postos de trabalho e investimentos de R$ 1,7 bilhão na cidade do Rio de Janeiro, segundo a estimativa da Fundação Getúlio Vargas.
 
Mas não são apenas shows e grandes festivais que podem implementar a ISO 20121, mas sim todos os eventos, independentemente do setor ou de seu tamanho. A norma segue a metodologia Plan, Do, Check, Act (PDCA) -- planejar, fazer, checar e agir -- proporcionando uma melhoria contínua.
 
A certificação de eventos é benéfica para sociedade, meio ambiente e empresa, ao promover a implementação de uma cultura de melhoria contínua para as organizações, públicas ou privadas, e mitigar os impactos ambientais, também pode resultar em economia financeira.
 
Enquanto 45% das empresas entrevistadas pelo Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC) no início de maio diziam possuir pouco ou nenhum conhecimento sobre o conceito Pegada de Carbono -- primeiro passo para estipular metas e reduzir emissões -- o Rock in Rio já neutraliza suas emissões desde 2006, e atribui aos processos de certificação a evolução nos processos internos, maior estruturação e facilidade no registro de processos do festival.
 
O Rock in Rio definiu ambiciosas metas para 2030, em alinhamento com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, que incluem ações como 0% de resíduo em aterro; zero desperdício alimentar; 100% plural, inclusivo e acessível; 100% de segurança e bem-estar para todos; envolvimento dos parceiros na política de sustentabilidade do evento e formação de 100 mil pessoas.
 
O primeiro passo para certificar um evento com a norma ISO 20121 é a busca por uma certificadora, que trabalhe com a norma. Ela realizará uma avaliação documental e auditoria no local. Após a concessão da certificação, haverá(ão) acompanhamento(s) anual(is) e renovação(ões) a cada três anos.
 
*Diretora-executiva da APCER Brasil, uma empresa de origem portuguesa, reconhecida mundialmente como um dos principais prestadores de serviços de certificação, auditoria a fornecedores, auditoria interna e treinamento. A organização oferece soluções de valor a instituições de qualquer setor de atividade, permitindo que se diferenciem em um mercado cada vez mais complexo e em constante mudança. Conheça mais sobre os serviços oferecidos em no site da APCER.
 

Leia Também

Relatos de viagem

Conte suas aventuras aqui!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

E brindam alegres seus vivos e mortos e acabam a noite com novas canções

Velhos Amigos, Paulo Simões

Vídeos

Desbravando Rio Verde de Mato Grosso

Mais Vídeos