segunda, 02 de agosto de 2021

Como os blogueiros de viagem se adaptaram à pandemia

15 JUN 2021 - 11h05Por ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA BLOGS DE VIAGEM

A pandemia de Covid-19 surpreendeu o mundo e gerou uma série de mudanças inesperadas em diversos setores. E o turismo foi certamente um dos mais afetados. E, para os blogueiros de viagem, veio a dúvida que já dura mais de um ano: como se adaptar à pandemia?

Com as medidas restritivas e a necessidade do isolamento social, os hotéis, restaurantes, museus e outros atrativos tiveram de fechar as portas – muitas delas de forma definitiva. Companhias aéreas também foram afetadas, já que o número de viajantes diminuiu consideravelmente e muitos voos foram suspensos devido ao fechamento de alguns países.

Para aqueles que já tinham seus blogs como fonte de renda, o impacto foi ainda maior. Sem perspectivas de viagem, os acessos caíram bruscamente, assim como as reservas e compras de links afiliados. E mesmo para os que encaram o blog apenas como um hobby ou uma atividade paralela, as incertezas surgiram em relação ao conteúdo. Valeria a pena continuar falando de viagem? Incentivar que as pessoas pesquisem façam planos para viagens futuras? Ou seria melhor buscar novos assuntos?

Veja alguns exemplos de como blogueiros de viagem estão produzindo conteúdo durante a pandemia e que poderão te ajudar a definir que caminho você deseja seguir:

O conteúdo não pode parar                                                                                     

Embora muitos considerem inoportuno continuar falando de viagens, outros acreditam que o setor do turismo voltará com uma alta demanda depois que tudo isso passar e que, por isso, é importante continuar mantendo os conteúdos atualizados.

Este pode ser o momento ideal para deixar as publicações bem ranqueadas, seja criando textos novos ou organizando materiais antigos, para que possam ser facilmente encontradas quando as pessoas voltarem a viajar. Muitos também seguem incentivando que os leitores não deixem de se planejar e que aproveitem o momento para isso.

Viajar pode ser diferente

Há também o grupo dos que continuam viajando e mostrando as novas possibilidades do turismo no “novo normal”, diferente dos antigos conteúdos de turismo em massa ou para lugares mais conhecidos. Ganham força as dicas de destinos mais afastados, aluguel de casas, viagens de carro, apenas em família. É o que vem sendo chamado “turismo de isolamento”.

Alguns hotéis e pousadas também têm se adaptado para receber menos pessoas, com distanciamento, em lugares pouco frequentados. Esse tipo de conteúdo tem tudo para crescer, já que é um estilo de viagem que tende a ser mais buscada no momento.

É hora de se reinventar

Para alguns blogueiros, a pandemia fez ver que não dava para continuar apostando todas as fichas apenas na produção de conteúdo e resolveram inovar com novos formatos para diversificar a fonte de renda.

As principais apostas têm sido a venda de produtos temáticos e a criação de projetos com os quais o público do blog se identifique, sejam e-books, cursos, clubes de leitura ou mesmo alguns conteúdos exclusivos.

Por que não falar de outros assuntos?

E, por fim, há quem ainda não se sinta confortável para falar em turismo, mesmo que apenas de forma inspiracional, devido ao atual cenário, especialmente no Brasil. Nestes casos, a alternativa é adaptar o conteúdo e ampliar os assuntos abordados, para não deixar o blog inativo.

Entram em pauta os tours virtuais, as dicas de filmes e livros que falam sobre viagem, as receitas de comidas típicas de outros países e os acontecimentos do cotidiano – o que pode ajudar a aproximar um pouco mais o leitor do produtor de conteúdo, criando uma identificação.

Melhor dar um tempo

E tudo bem se nenhuma das alternativas acima se contemplam. Diante de todos os acontecimentos e de tantas mudanças na vida e no trabalho, que passaram a acontecer nos mesmos lugares, é normal não ter cabeça para continuar investindo no blog.

Assim, há aqueles que ao invés de reformularem a estratégia de conteúdo optaram por dar uma pausa ou passaram a se permitir produzir em um ritmo mais lento. Cada blog e cada blogueiro tem seu estilo e suas prioridades e o mais importante é não se comparar com o que os outros estão fazendo e não se cobrar por isso.

Este longo período da pandemia ainda é uma fase de transição. Ninguém sabe ao certo como as coisas estarão quando tudo passar, seja em relação à economia ou à forma de viver. E não adianta tentar prever quais serão as tendências no futuro. As mudanças estão acontecendo e serão constantes. O mais importante é estar sempre pronto para conseguir se adaptar a elas!

Leia Também

Relatos de viagem

Rota das emoções: lugares de ver Deus...

Mais Relatos de Viagem

Megafone

É a nova Genesis, o pantaneiro deixou de ser invisível

Pantaneiro Armando Lacerda, sobre a chegada da energia elétrica no Pantanal

Vídeos

Embratur promove o turismo doméstico

Mais Vídeos