sexta, 21 de junho de 2024
PANTANAL

Onça-pintada morre atropelada na BR-262

27 JAN 2023 - 12h04Por SILVIO DE ANDRADE

A desativação de radares na BR-262 entre Miranda e Corumbá, trecho que corta o Pantanal, tem provocado o aumento de atropelamento e morte de animais silvestres. O registro mais recente foi no quilômetro 625 da rodovia, onde foi encontrada uma onça-pintada morta. A Polícia Militar Ambiental (PMA) esteve no local e confirmou o acidente.

Acionada pela Polícia Rodoviária Federal, a PMA, que tem um posto avançado nas imediações (Buraco das Piranhas), constatou que o animal, um macho adulto, já estava morta. O felino apresentava ferimentos na região da cabeça e em partes do tronco, indicando ter sido atropelado. 

O animal será taxidermizado (empalhado) para uso em oficinas temáticas que são realizadas pela PMA, dentro do programa de educação ambiental.

Orientação

Em nota, a PMA orienta que não existe crime ao atropelar um animal sem intenção. No caso, o procedimento correto é parar o veículo em local seguro e, com segurança, verificar se o animal está morto. Se não estiver, deve ligar para a PMA e pedir socorro, porque toda vida tem um sentido e vale a pena. 

Caso o animal já esteja morto e na pista de rolamento, com segurança o mesmo deve ser retirado para o acostamento. “Com esta atitude simples, pode-se evitar que outro usuário da rodovia possa vir a se acidentar e, às vezes, até matar a si e outros ocupantes do veículo”, informa a corporação.
 

Leia Também

Relatos de viagem

Gabi viveu o deserto e o céu mais estrelado do mundo

Mais Relatos de Viagem

Megafone

Leio a manchete: 'deputados de MS propõem audiência para solucionar queimadas'. Pantanal está salvo, graças a Deus!

Silvio de Andrade, jornalista

Vídeos

As 10 cidades mais ricas em espécies de aves

Mais Vídeos

Eco Debate

ARMANDO ARRUDA LACERDA

Lei do Pantanal: tirou o boi, fogaréu entrou!

MARIANA PONTES

Cerrado e Caatinga são patrimônios do Brasil e precisam ser protegidos

EDUARDO CRUZETTA

Um dia pelo Meio Ambiente, 300 anos pela pecuária conservando o Pantanal