quarta, 12 de dezembro de 2018
CELEBRE

A incrível tradição das tunas acadêmicas em Portugal

15 NOV 2018 - 16h31Por Redação

Coimbra, na região central do país, tem diversos desses típicos grupos musicais

Portugal tem muitas experiências acadêmicas incríveis. Enquanto os universitários brasileiros têm as atléticas, baterias de samba e trotes, os portugueses desfrutam de rituais muito diferentes, como a queima das fitas e as tunas acadêmicas. A primeira é uma festa anual que ocorre no mês de maio e dura uma semana, com diversos shows e celebrações. Já as tunas são grupos musicais formados por estudantes que guardam uma tradição centenária das universidades do país.

Este costume é forte em Coimbra, cidade do Centro de Portugal que é lar da universidade mais antiga do país, a Universidade de Coimbra. As tunas surgiram por lá há mais de cem anos, e desde então vários grupos foram formados e desfeitos. No início, eram exclusivos para homens, mas as mulheres logo conquistaram seu espaço nessa arte.

Uma tuna não é como uma banda ou coral; é uma tuna, típica e ímpar tradição de Portugal. Os membros das tunas costumam usar os trajes da universidade – que incluem camisa social, gravata e uma longa capa preta – e apresentar canções portuguesas populares e divertidas, algumas vezes arriscando composições próprias, que em geral exaltam a cultura acadêmica e a herança histórica do país.

Como muitos grupos universitários ao redor do mundo, cada tuna tem sua própria hierarquia e rituais como trotes e testes para avaliar quem é digno de participar. As mais antigas persistem, recebendo novos participantes conforme os mais antigos vão se formando. Elas viajam pelo país para se apresentar, mantendo viva a história da universidade, reunindo segredos da tradição acadêmica e unindo seus membros através da música e do companheirismo.

Ao visitar Coimbra, vale a pena ver uma das tunas em ação, em festivais, bares ou outros eventos. A universidade é a alma da cidade de Coimbra, que é antiga e charmosa e reúne atrações surpreendentes, como a Biblioteca Joanina, o Jardim Botânico, o Penedo da Saudade e, é claro, o próprio campus da instituição. 

Sobre o Centro de Portugal

A mais charmosa região portuguesa é cheia de destinos populares: Aveiro, Coimbra, Viseu, Nazaré, Óbidos, Tomar, Fátima e tantos outros. Suas belezas se estendem por todo o território - ocupado por 2,3 milhões de habitantes que têm o dom de bem receber. O Centro de Portugal possui inúmeros patrimônios da UNESCO, um litoral que é um paraíso do surfe, aldeias históricas, gastronomia riquíssima, vinhos inesquecíveis, natureza exuberante e muita cultura, que se somam a incontáveis motivos para uma visita. A principal cidade, Coimbra, está a apenas 200 quilômetros de Lisboa e a 135 quilômetros do Porto. Acesse www.centerofportugal.com.

Leia Também

Relatos de viagem

Conte sua aventura aqui!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

“O que ocorreu com as águas cristalinas de Bonito é muito grave. A solução para preservar aquele santuário não é passar uma pomada, é cirúrgico. Ali não é lugar para plantar soja”

Carlos Marun, ministro da secretaria de Governo da Presidência da República

Vídeos

Rally dos Sertões:largada inédita

Mais Vídeos

Eco Debate

CIRO ANTONIO ROSOLEM

O mito da água gasta pelo agronegócio

PAULO STUCCHI

Voluntários, escravos e pobres: os rostos anônimos da Guerra do Paraguai

JAIME VERRUCK

Meio Ambiente: transversalidade, governança e protagonismo