domingo, 19 de maio de 2019
DESTINOS

MS fortalece presença com o trade em 2019

29 ABR 2019 - 10h40Por PANROTAS

O Turismo do Mato Grosso do Sul intensificou o trabalho com a indústria de viagens nos últimos anos. O processo envolve estrutura, acessibilidade e capacitação do trade. Hoje os carros-chefes são Bonito e a região do Pantanal, indicados para o turista que deseja mais tranquilidade, em relação a outros destinos de massa, e experiências de ecoturismo.

“O Mato Grosso do Sul passou por um aprendizado muito grande e agora temos uma equipe técnica muito estruturada. Trabalhamos a questão do marketing tanto presencial quanto digital e começamos a nos posicionar de acordo com as pessoas que desejamos atingir, incluindo famílias, idosos, jovens e casais. Nossa divulgação é direcionada a cada tipo de público”, explica o turismólogo da Gerência de Mercado da Fundação de Turismo do Mato Grosso do Sul (Fundtur), Rogério Chelotti, durante convenção da BWT Operadora.

Segundo o diretor-presidente da Fundtur, Bruno Wendling, "essa é uma nova estratégia que estamos implementando com o objetivo de aumentar nossa oferta de produtos, com qualidade, na prateleira das grandes operadoras nacionais e internacionais"

Turismólogo Rogério Chelotti

Rogério declarou ao site Panrotas que “temos a nossa agenda de participação em eventos tradicionais, como a Abav Expo e BNT, e seguiremos nesta linha de marcar presença também nos eventos corporativos de operadoras".

"A intenção - completou - é capacitar os agentes de viagens para que eles se sintam seguros para falar sobre o destino e não direcionar a venda para outros lugares mais fáceis."

CONECTIVIDADE

O executivo adianta que Mato Grosso do Sul deve ganhar, em breve, uma rota entre Guarulhos (SP) e Bonito, operada pela Gol.

“Já havíamos conseguido um voo da Azul para Bonito e, no segundo semestre, captamos mais um voo pela Gol, abrindo um leque de conexões muito maior no Brasil e com outros voos internacionais. Antes os visitantes chegavam, prioritariamente, via Campo Grande e depois realizavam uma viagem terrestre. Cada vez mais os turistas chegarão diretamente na cidade e isso refletirá no incremento da indústria local.”

www.panrotas.com.br

Leia Também

Relatos de viagem

A conquista do Morro do Ernesto

Mais Relatos de Viagem

Megafone

Aqui no Pantanal, a gente apaga as luzes para acender as estrelas

ALEXANDRE COSTA MARQUES, Pousada Baía Grande, Miranda (MS)

Vídeos

Refúgio Canaã, Bodoquena (MS)

Mais Vídeos

Eco Debate

THOMAZ LIPPARELLI

A lama de Bonito - Por um marco regulatório no processo de restauração

LEIDE TAKAHASHI

A natureza é o melhor remédio

CARLOS ARAKAKI

Zagaia Eco Resort faz parte do Turismo Sustentável