terça, 25 de fevereiro de 2020
NEGÓCIOS

Campo Grande apresenta plano de turismo ao Mtur

01 OUT 2017 - 21h22Por Redação

Campo Grande quer ser conhecida nos próximos 10 anos como referência no turismo de eventos. A meta foi anunciada secretaria municipal de Cultura e Turismo (Sectur), em parceria com o Sebrae local e a Associação Brasileira de Hotéis (ABIH-MS), durante a 45ª ABAV Expo Internacional de Turismo & 48º Encontro Comercial Braztoa), realizada em São Paulo.

Conhecido como um destino de ecoturismo, natureza e aventura, o Mato Grosso do Sul tem, em sua Capital, a possibilidade de explorar o turismo de eventos, impulsionado pela realização de feiras de negócios, congressos e exposições.

O plano foi elaborado ao longo de seis meses de forma colaborativa. As contribuições resultaram em uma proposta para o desenvolvimento do turismo da capital até 2027. Com 118 anos, a cidade ainda não tinha um documento oficial para orientar a atividade turística.

Plano é um marco

“Os planos de turismo são importantes para que nossos destinos explorem ao máximo todo o potencial turístico garantindo a geração de empregos e movimentando as economias locais”, afirmou a secretária nacional de Qualificação e Promoção do Turismo, Teté Bezerra.

Apesar de vocacionada para o segmento de eventos e negócios, o plano também tem entre suas prioridades o desenvolvimento do turismo cultural, gastronômico, rural e ecológico. O Plano Municipal de Turismo deverá contribuir, ainda, com o desenvolvimento de outras atividades. “O lançamento deste plano é um marco para o turismo na cidade e permitirá que avancemos cada vez mais nessa atividade tão importante”, disse o prefeito Marquinhos Trad.

Jornada do turista

Seguindo o modelo de Melbourne, na Austrália, a metodologia utilizada para construir o plano foi espelhada no planejamento de uma viagem. Os colaboradores participaram de cinco fases: Planejamento e reservas; Viagem ao destino; A chegada; No destino e Partida. Cada passo foi amplamente estruturado e apresenta objetivos e indicadores a serem alcançados.

A cada ano, até 2027, o plano passará por atualizações. Durante as revisões serão considerados os resultados obtidos no período e a criação de novas metas para alcançar a visão de futuro mencionada no documento para o turismo da Capital.

Leia Também

Relatos de viagem

Conte sua aventura aqui!

Mais Relatos de Viagem

Megafone

Uma longa viagem começa com um único passo

Lao Tsé, filósofo e escritor chinês

Vídeos

Gente pantaneira 01

Mais Vídeos

Eco Debate

FRANCISCO OLIVEIRA

Trabalho informal nos lixões: um risco à vida dos catadores

MANOEL MARTINS DE ALMEIDA

Pequenas Centrais Hidrelétricas – PCHs

HEITOR FREIRE

O Poder do Silêncio